Fl√°vio Dino vai ao Senado em busca de apoio para indicação ao STF

Por Redação em 29/11/2023 às 12:35:58

O ministro da Justiça, Fl√°vio Dino, indicado pelo presidente Luiz In√°cio Lula da Silva (PT) para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal), esteve presente no Senado nesta quarta-feira, 29. Em conversa com jornalistas, Dino ressaltou a import√Ęncia de avançar em temas conjuntos com o Congresso e negou qualquer possibilidade de se licenciar do ministério. "Tenho uma relação muito próxima do mundo pol√≠tico porque faço parte dele. Estar aqui no Senado é uma alegria, uma honra. Eu j√° comecei [a procurar senadores] desde o dia que o presidente Lula anunciou, na segunda-feira, e vou prosseguindo essa agenda com muita const√Ęncia, perseverança, mas ao mesmo tempo com tranquilidade", disse. O ministro iniciou sua visita à Casa Alta do Legislativo com uma reunião com o vice-presidente da Casa, senador Veneziano Vital do R√™go (MDB-PB), pela manhã. Vale ressaltar que o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) viajou com Lula à COP28, aa C√ļpula do Clima, em Dubai, nos Emirados Árabes.

Dino chegou ao Congresso acompanhado do senador Weverton Rocha (PDT-MA), que é o relator de sua indicação ao STF. Apesar de j√° terem tido desavenças pol√≠ticas no passado, os dois reataram. Rocha declarou que dar√° parecer favor√°vel à indicação de Dino, além de acompanh√°-lo nas visitas aos senadores para pedir votos favor√°veis. O ministro afirmou que pretende conversar com todos os senadores, inclusive os da oposição, porém não revelou com quais j√° se reuniu. No primeiro ano de governo, Dino foi alvo da oposição, sendo convocado e convidado para diversas comissões do Congresso, onde protagonizou embates pol√™micos.

É prov√°vel que o novo indicado ao Supremo enfrente uma votação apertada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, onde ser√° sabatinado daqui a duas semanas. Dez senadores j√° declararam abertamente que votarão a favor da indicação de Dino, enquanto seis se posicionaram contra. O voto dos outros 11 permanecem incógnitos. Na CCJ, são necess√°rios 14 votos para aprovação, exatamente o n√ļmero que o Planalto espera ter. J√° no plen√°rio, Dino precisar√° de 41 votos. Segundo aliados, o ministro recebeu a orientação de Lula para conversar com os 81 senadores e est√° disposto a visitar o gabinete de todos os parlamentares da oposição.

Fonte: JP

Comunicar erro
Radio Jornal de Caceres
InfoJud 728x90
Combate a dengue 2023