AL- SOS Mulher

Ju Grisólia faz show para arrecadar brinquedos e alimentos para aldeia Xavante nesta sexta em Cuiabá

Por Redação em 02/12/2021 às 16:35:02
Show CantoPreto de Ju Grisólia irá beneficiar aldeia Xavante, de Barra do Garças, também instituições filantrópicas de Cuiabá. Brinquedo e/ou um quilo de alimento valem como ingresso para o show da cantora e multi-instrumentista Ju Grisólia

Reprodução

O show CantoPreto, da cantora e multi-instrumentista, Ju Grisólia, será apresentado nesta sexta-feira (3), às 20h, no Teatro Zulmira Canavarros, em Cuiabá. A entrada poderá ser trocada por alimentos ou brinquedos para indígenas e crianças.

A atração contará com batuque, canto, reza e axé. Os brinquedos e alimentos arrecados com a apresentação serão revertidos para a aldeia indígena, Nova Esperança, do povo Xavante, em Barra do Garças.

Segundo a artista, o projeto é a realização de um sonho. Ju Grisólia destaque também que é a oportunidade de mostrar a beleza da cultura e religião afro. “Dentro da minha vivência, senti a necessidade de levar até às pessoas essa riqueza do povo preto, com muito batuque, reza, canto e axé", disse.

Ela destaca que fazer um show e ainda realizar uma ação beneficente é incrível, para levar um pouco de ajuda a quem precisa e alegria para as crianças.

Ju afirma que o público poderá conferir sonoridades diferentes, arranjos alinhados e diferentes tipos de emoções com ao som do atabaque, pandeiro e triângulo. Todos os instrumentos conduzidos por Ju, na companhia dos músicos Augusto Krebs, na guitarra com efeitos, Alaécio Martins no trombone, Thiago Costa na bateria com elementos diferenciados e Samuel Ribeiro no baixo elétrico.

A direção de Iluminação é de Karina Figueredo, o balé de Ivy Costa, a direção cênica de Jaque Roque, direção musical de Augusto Krebs e produção de Enio Castilho.

Ju Grisólia começou sua carreira aos 16 anos, ela já trabalhou como percussionista e violonista no coral infantil da UFMT e no IFMT, participou do grupo vocal feminino Boca de Matilde, onde desenvolveu um trabalho como cantora e instrumentista. Integrou o grupo feminino de choro e samba, Bionne, onde atuava como cantora e instrumentista.

Há 15 anos faz parte do Trio Brasilis. Atualmente, é integrante do grupo de samba e choro, Conversa de Botequim, em que faz performances como cantora e percussionista. Ela também é percussionista do grupo Monofoliar, onde desenvolve trabalho autoral e experimental.

Fonte: G1/MT

Comunicar erro
Coronavirus 728x90
AL- Fake News - Vacinas
InfoJud 728x90
AL- Vacina que volta