Dólar abre com volatilidade em semana marcada por PIB e dados de inflação

Por Redação em 27/11/2023 às 09:33:39

O dólar abriu com volatilidade nesta segunda-feira (27), oscilando entre leves altas e baixas, iniciando uma semana que tem a agenda cheia de divulgações importantes, com destaque para o Produto Interno Bruto (PIB) no Brasil e nos Estados Unidos e dados de inflação.

Dólar

Às 09h15, o dólar subia 0,02%, cotado a R$ 4,8995. Veja mais cotações.

Na última sexta-feira, a moeda norte-americana fechou em baixa de 0,17%, cotada a R$ 4,8984. Com o resultado, passou a acumular quedas de:

0,16% na semana;

2,82% no mês;

7,19% no ano.

Ibovespa

O Ibovespa só começa a operar às 10h.

Na última sexta-feira, o índice fechou em alta baixa 0,84%, aos 125.517 pontos, renovando o maior patamar em mais de dois anos. Com o resultado, passou a acumular ganhos de:

0,60% na semana;

10,94% no mês;

14,38% no ano.

O que está mexendo com os mercados?

Na volta do feriado do Dia de Ação de Graças e da Black Friday, eventos que reduziram o volume de negociações no mercado financeiro nos últimos dias, a semana começa com a expectativa por novos indicadores econômicos no Brasil e no mundo, com destaque para dados de inflação e de crescimento dos países.

No cenário doméstico, o indicador mais importante, que será divulgado na sexta-feira (1), é o PIB do Brasil no terceiro trimestre de 2023. Amanhã (28), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga o Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que é uma prévia da inflação de novembro. Na quinta (30), tem números de desemprego.

Neste pregão, os investidores ficam de olho no tradicional Boletim Focus, que é divulgado toda segunda-feira, trazendo as perspectivas do mercado para os principais indicadores econômicos brasileiros.

Na edição desta semana, a mediana das projeções dos economistas para a inflação em 2023 caiu, mais uma vez, de 4,55% para 4,53%. Para 2024, a estimativa de inflação ficou estável em 3,91%.

Sobre o resultado do PIB de 2023, o mercado financeiro baixou a projeção de crescimento de 2,85% para 2,84%. Já para 2024, a previsão de crescimento da economia do mercado financeiro permaneceu inalterada em 1,50%.

Ainda no mercado doméstico, investidores repercutem os números das vendas da Black Friday deste ano, que vieram bem abaixo do esperado.

Já no exterior, o destaque fica com os Estados Unidos, que nesta semana deve divulgar números de inflação, PIB, confiança do consumidor e outros dados importantes sobre a atividade econômica.

Na China, o dia é mais negativo, depois de dados mostrarem que os lucros das empresas industriais do país tiveram uma desaceleração do crescimento em outubro (alta de 2,7%). No acumulado de janeiro a outubro, o lucro recuou 7,8%.

Fonte: G1

Comunicar erro
Radio Jornal de Caceres
InfoJud 728x90
Combate a dengue 2023