Agro Noticia 728x90

6 de maio, quarta-feira

Por Redação em 06/05/2020 às 04:13:28

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado. Celso de Mello deu 72 horas para o governo entregar gravações de reunião citada em depoimento do ex-ministro Sergio Moro. A Câmara aprovou o projeto que estabelece ajuda financeira para estados e municípios, mas o texto volta ao Senado. O Assunto debate o dilema um dilema dos médicos: quem salvar em um hospital lotado? São Paulo põe fim aos bloqueios. A taxa básica de juros vai de 3,75% para 3,25%? Veja as lives de hoje.

72 horas para o governo entregar vídeo

Celso de Mello determina que vídeos de reunião citada por Moro sejam entregues em 72 horas

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu 72 horas para o governo entregar gravações de reunião citada em depoimento do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, realizada dia 22 de abril, entre o presidente Jair Bolsonaro, o vice, Hamilton Mourão, e ministros.

A gravação refere-se ao trecho do depoimento em que Moro afirma que reunião do conselho de ministros com Bolsonaro, para apresentar o programa econômico Pró-Brasil, o presidente cobrou a substituição do superintendente da PF do Rio de Janeiro e do chefe da PF, além relatórios de inteligência e informação da PF. Na mesma reunião, o presidente disse que, se não pudesse trocar o superintendente da PF do Rio de Janeiro, poderia então trocar o diretor-geral e o próprio ministro da Justiça. Essas reuniões eram gravadas e tinham participação de todos os ministros e servidores da assessoria do Planalto.

Veja os principais pontos do depoimento de Sergio Moro

Leia a íntegra do depoimento

Bolsonaro pediu comando da PF do Rio, diz Moro em depoimento: 'Você tem 27 superintendências, eu quero apenas uma'

PGR vai investigar motivos para troca de superintendente da Polícia Federal no Rio

STF autoriza depoimento de ministros e delegados citados por Moro

Socorro aos estados

Câmara aprova projeto de ajuda estados e municípios por causa do coronavírus

A Câmara aprovou o projeto que estabelece ajuda financeira da União para estados e municípios em razão da pandemia do coronavírus. O pacote prevê repasses de R$ 60 bilhões.

Como contrapartida à liberação de recursos, o texto proíbe que os governos locais reajustem o salário de servidores públicos até 31 de dezembro de 2021. A exceção será para profissionais das áreas de saúde e de segurança pública. Outras categorias foram incluídas, como policiais federais, policiais legislativos, técnicos e peritos criminais, agentes socioeducativos, profissionais de limpeza pública e assistência social envolvidos no enfrentamento da doença e trabalhadores da educação pública.

Como os deputados fizeram mudanças no texto dos senadores, o projeto volta ao Senado, ao qual caberá a palavra final.

Hospitais no limite: quem salvar?

Emergências e UTIs lotadas. Falta de leitos, de material e de profissionais da saúde. Retratos do colapso no sistema de saúde por causa da pandemia de Covid-19. Médicos se deparam com um dilema: qual paciente priorizar? Neste episódio de O Assunto, Renata Lo Prete conversa com a médica intensivista Lara Kretzer, da Associação de Medicina Intensiva Brasileira. Lara fala das recomendações para médicos que têm poucos recursos e precisam escolher quais casos privilegiar. Participa também a repórter Gabriela de Palhano, que descreve a situação do Rio de Janeiro - onde unidades estão superlotadas, mas também há hospitais com leitos de sobra. Ouça:

Fim dos bloqueios em SP

Prefeitura de SP decide suspender bloqueios no trânsito a partir desta quarta (6)

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), suspendeu ontem à noite os bloqueios no trânsito realizados na cidade para tentar elevar o índice de isolamento social na capital paulista.

A suspensão aconteceu após muita reclamação de funcionários da saúde, que foram barrados nesses bloqueios criados pela administração municipal. Prefeito de SP também avaliou que os bloqueios não tiveram o efeito desejado.

Casos de Covid-19 disparam em São Paulo

Com pandemia, mortes na cidade de São Paulo estão 28% acima da média histórica

A notificação de casos suspeitos e confirmados de Covid-19 na cidade de São Paulo disparou em oito dias. Ontem, a média diária de novos registros da doença chegou a 3,7 mil. Até 27 de abril, o valor diário era de 3,1 mil. Ou seja, são mais de 600 novos casos suspeitos ou confirmados por dia, comparando os dois períodos.

Paraisópolis se cuida

Paraisópolis capacita socorristas para atuar em brigadas de emergência na comunidade

Josi Martins / Arquivo pessoal

Em mais uma ação de combate à pandemia do coronavírus, Paraisópolis, uma das maiores favelas de São Paulo, capacitou 240 moradores para atuarem como socorristas em bases de emergência na comunidade.

Serão 60 bases, 10 em cada microrregião do local: Centro, Grotão, Grotinho, Brejo, Prédios e Antonico. Os brigadistas estarão equipados com pranchas longas, kits de primeiros socorros, e Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s).

A iniciativa é uma parceria da União dos Moradores e do Comércio de Paraisópolis, o G10 das Favelas, o Grupo Bombeiro Caetano (GBC) e a Associação Bombeiro Mirim Juvenil Voluntário (BMJV).

Paraisópolis contrata médicos e ambulâncias, distribui marmitas e se une contra o coronavírus

Escolas de Paraisópolis transformadas em áreas de isolamento começam a receber contaminados

Bairro perigoso no Rio

Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, lidera as denúncias de aglomerações desde o início do decreto de isolamento

Marcos Serra Lima / G1 / Arquivo

O bairro do Rio que mais registra denúncias de aglomerações se tornou o local da capital com mais mortes. Campo Grande, na Zona Oeste da cidade, passou Copacabana e é o primeiro no ranking de óbitos por Covid-19, com 38.

Witzel propõe socorro às empresas de transportes durante pandemia

Juros

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reunirá hoje, e a expectativa de analistas do mercado financeiro é que a taxa básica de juros caia de 3,75% para 3,25%.

Com pandemia, consumo de energia em abril é o menor para o mês desde 2012, diz ONS

Auxílio Emergencial

Marcos Santos / USP Imagens

Nnão consigo o benefício porque descobri que sou considerado CLT, mas estou desempregado. O que eu faço? Trabalhadores estão se deparando com informações incorretas no CNIS. Cadastro contém todas as informações relativas aos empregos do trabalhador e precisa estar atualizado para que ele consiga o benefício de R$ 600.

Saiba como é feita a análise dos trabalhadores e o que pode levar à exclusão

Saiba como regularizar o CPF

Passo a passo para pedir o auxílio emergencial

Calendário e formas de pagamento

Quem tem direito e como funciona? Tire suas dúvidas

Ventilador pulmonar

Respirador VentFlow, desenvolvido por engenheiros, médicos e designers de SP para combate do novo coronavírus

Reprodução / Questtonó

Grupo de engenheiros e médicos de SP cria novo modelo de ventilador pulmonar e estima 400 unidades até junho. Aparelho eletrônico é equivalente aos usados por hospitais de ponta e deve custar até R$ 15 mil. Duas fabricantes já foram licenciadas para a produção dos respiradores no Brasil.

Parceria entre Unesp e empresa vai proporcionar 5 mil novos testes de Covid-19 em cidade do interior de SP

Lives de hoje

Gaab, Hungria Hip Hop e Steve Aoki são destaques nas lives desta quarta-feira (5)

Divulgação/Reprodução_Instagram/Joe Scarnici/Getty Images North America/AFP

Gaab, Hungria Hip Hop, Steve Aoki e mais shows para ver em casa. Nesta quarta, Os Travessos, Rincon Sapiência e Conrado & Aleksandro também fazem transmissões. Veja horários. O Dj americano Steve Aoki também faz transmissão no festival Happy at Home: #OneCommunity LIVE do TikTok.

Shows drive-in: Noruega e Dinamarca fazem eventos com fãs dentro dos carros

Brazil Silicon Valley

O Brazil Silicon Valley debate nesta quarta-feira a realidade dos unicórnios brasileiros. O evento começa às 18h30 e será transmitido pelo G1. Batizado de "Unicórnios Brasileiros: Caminhando para uma nova economia", o painel terá a participação do fundador do Gympass, Cesar Carvalho; do fundador e CEO do Nubank, David Vélez; do CEO do iFood, Fabrício Bloisi; e do CEO e cofundador da Wildlife, Vitor Lazarte. O moderador será o cofundador e presidente da Stone, André Street.

Eleições

Prazo para regularizar título de eleitor termina nesta quarta (6)

Termina nesta quarta o prazo para os cidadãos regularizarem a situação cadastral eleitoral. Somente os eleitores sem pendências com a Justiça Eleitoral estarão aptos a votar nas eleições municipais deste ano. Os requerimentos de regularização devem ser feitos por meio eletrônico.

Ao todo, serão eleitos novos prefeitos e vereadores de 5.568 cidades brasileiras. Segundo o calendário eleitoral, o primeiro turno das eleições será em 4 de outubro. O segundo turno está marcado para 25 de outubro.

Eleições 2020: confira as datas do calendário eleitoral

Curtas e Rápidas:

Blog da Sandra Cohen: Ditador Ortega age como se a pandemia não existisse

Perseguidos pela polícia abandonam quase US$ 1 milhão em rodovia nos EUA

Babu Santana quer fazer 'turnê pelas favelas' do Brasil

G1 jogou: 'Valorant' lembra 'Overwatch' na teoria, mas é mais parecido com 'Counter-Strike'

Grávida de gêmeos é surpreendida por 'carreata de fraldas' feita por amigos e familiares; veja vídeo

Fonte: G1

Coronavirus 728x90
InfoJud 728x90