Professor da UFMT morre aos 39 anos devido a complicações da Covid-19 em Cuiabá

Por Redação em 27/07/2021 às 14:42:14
Graduado e mestre em Física e doutor em Física Ambiental pela UFMT, ele ingressou na instituição em 2014. Patrick Siqueira da Rocha, de 39 anos

Arquivo pessoal

O professor de Física da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Patrick Siqueira da Rocha, de 39 anos, morreu em decorrência da Covid-19 nessa segunda-feira (26), em Cuiabá.

Ele já havia tomado a primeira dose da vacina e tomaria a segunda dose em agosto, conforme amigos e familiares.

Graduado e mestre em Física e doutor em Física Ambiental pela UFMT, ele ingressou na instituição em 2014. O docente era lotado no Instituto de Física do Câmpus de Cuiabá.

Além da experiência em Física, Física Nuclear, Astrofísica, Física Ambiental, Teoria da Complexidade e Teoria de Sistemas Cinzas, o professor atuava no ensino com experiência de docência nos níveis fundamental, médio e superior.

Desde março de 2020, o docente era professor adjunto do Instituto de Física.

A UFMT emitiu nota de pesar. Nas redes sociais, amigos e familiares lamentaram a morte de Patrick.

Mato Grosso registrou 41 óbitos em decorrência da Covid-19 e 1.539 novos casos da doença nessa segunda-feira, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde. O estado registrou 483.834 casos confirmados e 12.670 óbitos em decorrência do coronavírus.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (98.420), Rondonópolis (34.356), Várzea Grande (32.384), Sinop (23.340), Sorriso (16.948), Tangará da Serra (16.604), Lucas do Rio Verde (14.482), Primavera do Leste (12.708), Cáceres (10.544) e Barra do Garças (9.718).

Fonte: G1/MT

Comunicar erro
Coronavirus 728x90
AL- Fake News - Vacinas
InfoJud 728x90