Mauro diz que filas por 'ossinhos' não é responsabilidade do Estado e cobra Prefeitura de Cuiabá

Por Redação em 26/07/2021 às 15:41:13

O governador Mauro Mendes (DEM) cobrou indiretamente o prefeito de Cuiab√°, Emanuel Pinheiro (MDB), a√ß√Ķes de assist√™ncia social para as famílias que t√™m buscado doa√ß√£o de ossos de carne na capital para se alimentarem.

"O governo [do Estado] est√° fazendo muito. E o que Cuiab√° est√° fazendo? Hoje eu vou divulgar a quantidade de cesta b√°sica que nós estamos distribuindo aqui [em Cuiab√°]. Ent√£o o governo do Estado do Mato Grosso est√° fazendo isso no Estado inteiro. Agora as prefeituras t√™m que fazer também", disse Mauro Mendes ao ser questionado novamente sobre o episódio.

Segundo Mendes, a sua gest√£o tem feito a sua parte ao focar na distribui√ß√£o de cestas b√°sicas para famílias em situa√ß√£o de vulnerabilidade social e alimentar, além dos programas 'Ser Família' e 'Ser Família Emergencial'. Mendes ainda disse que as imagens ganharam repercuss√£o internacional, chateia toda a popula√ß√£o, mas afirmou que n√£o seriam um "problema do Estado". "Nós estamos fazendo nossa parte. E a prefeitura est√° fazendo a dela?", questionou novamente.

O governo do Estado vem pagando R$ 200 a cada 2 meses para famílias cadastradas nos programas 'Ser Família', que dever√° permanecer até dezembro de 2022.

J√° a prefeitura de Cuiab√° decidiu realizar o levantamento das famílias que v√£o diariamente no a√ßougue na regi√£o do CPA, para receber doa√ß√£o de ossinhos para se alimentarem.

Segundo a Assist√™ncia Social da capital, o objetivo é saber se essas famílias est√£o cadastrada em um algum programa social.

No início do m√™s a reportagem revelou um vídeo, onde é possível ver populares pela cal√ßada, que se inicia em uma esquina e percorre todo o quarteir√£o que d√° acesso ao supermercado. Mulheres, homens, crian√ßas e idosos aguardam sentados na cal√ßada e debaixo de sol forte e muito calor a abertura do estabelecimento para pegar os "ossinhos" de carne distribuídos pelo supermercado.

Segundo Joelson Oliveira, autor do vídeo e também morador do bairro, a pratica é comum de segunda a sexta-feira. Ele diz que o início da concentra√ß√£o de pessoas se d√° por volta das 10h da manh√£, uma hora antes do supermercado iniciar a distribui√ß√£o dos ossos de carne.

Ainda de acordo com Joelson, a quantidade de frequentadores da fila teve aumento consider√°vel nos últimos meses. "Antes, a movimenta√ß√£o era pequena, cinco ou seis, [número de pessoas] mas come√ßou a crescer nos últimos tempos", disse. As imagens ganharam repercuss√£o nacional na imprensa e nas redes sociais.

Fonte: Gazeta Digital

Comunicar erro
Coronavirus 728x90
AL- Fake News - Vacinas
InfoJud 728x90