Agro Noticia 728x90

Hamilton Mourão defende política ambiental adotada pelo governo

Por Redação em 11/08/2020 às 08:48:17

O vice-presidente da República, general Hamilton Mour√£o acredita que o fortalecimento de uma política em defesa da Amazônia é essencial para uma recupera√ß√£o da economia brasileira após a pandemia da Covid-19. Na avalia√ß√£o do general, as reformas econômicas e a política externa adotada pelo governo j√° fazem que o país saia na frente para a e recupera√ß√£o da crise. Essa vantagem, no entanto, est√° diretamente relacionada a política ambiental brasileira, principalmente ao que diz respeito à regi√£o amazônica. Como explica Mour√£o, as consequências do Brasil ser visto como um país que n√£o preserva a floresta podem interferir noagronegócio. "Como se n√£o bastasse o prejuízo ao patrimônio natural brasileiro, os crimes ambientais deixam nosso país vulner√°vel para campanhas difamatórias, abrindo caminho para que interesses protecionistas levantem barreiras comerciais injustific√°veis contra as exporta√ß√Ķes do agronegócio", afirma.

Leia também

Mour√£o diz que países europeus n√£o cuidam das próprias florestas

Governo sai em defesa de Guedes e Salles rebate críticas ao Brasil

'Minera√ß√£o ilegal na Amazônia n√£o nasceu no governo Bolsonaro', diz Salles

Segundo o vice-presidente, que é o respons√°vel pelo Conselho da Amazônia, as medidas adotadas pelo governo, como o decreto de garantia da Lei a da Ordem, que autoriza a presen√ßa de militares para conter ilegalidades na floresta, j√° surtiram efeito. Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam para uma redu√ß√£o no desmatamento na regi√£o no mês de julho, quando comparado ao mesmo período do ano passado, quando os índices bateram recordes. Os números n√£o est√£o fechados ainda, mas na avalia√ß√£o do governo sinalizam para uma revers√£o de tendência. O general lembra, no entanto, que conter o desmatamento n√£o ser√° suficiente para conter a devasta√ß√£o da Amazônia. No entanto, ele garante que o governo est√° fazendo a parte dele e critica aqueles que n√£o consideram as dificuldades para se alcan√ßar o desenvolvimento sustent√°vel da regi√£o."O diagnóstico do problema é conhecido, n√£o negamos ou escondemos informa√ß√Ķes sobre a gravidade da situa√ß√£o, mas também n√£o aceitamos narrativas simplistas e enviesas", explica.

Na vis√£o do governo federal, a preserva√ß√£o e o desenvolvimento da Amazônia passam, necessariamente, pela integra√ß√£o da economia da regi√£o com o restante do país. Para isso, de acordo com Hamilton Mour√£o, n√£o basta reprimir o desmatamento ilegal, é preciso avan√ßar na polícia de regulariza√ß√£o fundi√°ria. As falas do vice-presidente aconteceram durante participa√ß√£o no II Encontro Ibero-Americano, realizado pelo Conselho Nacional de Justi√ßa na segunda-feira, 10. Tudo faz parte de um esfor√ßo do governo para garantir que o Brasil tem trabalhado pela preserva√ß√£o do meio ambiente.

*Com informa√ß√Ķes do repórter Antonio Maldonado

Fonte: JP

Coronavirus 728x90
InfoJud 728x90