Calendario IPVA 2024

Lula se encontra com presidente do Egito nesta quinta no Cairo; guerra e mudanças clim√°ticas estão na pauta

.

Por Redação em 15/02/2024 às 00:12:36
Agenda prev√™ ainda tratativas na √°rea de ci√™ncia e tecnologia e visita à Liga Árabe. Giro pela África também ter√° compromissos na Etiópia. Lula e Janja visitam a esfinge, no Egito

Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz In√°cio Lula da Silva (PT) cumpre uma série de compromissos oficiais nesta quinta-feira (14) durante viagem ao Egito.

No pa√≠s, Lula discutir√° com o presidente eg√≠pcio Abdel Fatah El-Sisi a guerra entre Israel e o grupo terrorista Hamas, além de tratarem de acordos internacionais.

Lula desembarcou na capital, Cairo, por volta das 4h desta quarta (14), no hor√°rio de Bras√≠lia, mas começa a sequ√™ncia de reuniões nesta quinta.

No primeiro dia da viagem, o presidente e a primeira-dama, Janja, visitaram as pirâmides de Gizé – onde esteve em 2003, no primeiro mandato, com Marisa Let√≠cia – e a famosa esfinge.

Segundo o Pal√°cio do Planalto, o petista também visitou museus e conversou com eg√≠pcios sobre poss√≠vel colaboração para recuperar itens do acervo do Museu Nacional do Rio de Janeiro, destru√≠dos em um inc√™ndio no dia 2 de setembro de 2018.

Após a sequ√™ncia de compromissos no Egito, Lula segue em viagem para a Etiópia – ambos, pa√≠ses que passaram a integrar o Brics em 2024.

O grupo, que re√ļne algumas das principais economias emergentes do mundo, conta com a presença do Brasil desde a fundação. O governo brasileiro apoiou a ampliação e a entrada dos dois pa√≠ses africanos.

Este é o segundo giro de Lula por pa√≠ses da África desde que tomou posse como presidente da Rep√ļblica. No ano passado, Lula passou por África do Sul, Angola e São Tomé e Pr√≠ncipe.

Na campanha eleitoral de 2022, Lula colocou entre as diretrizes do programa de governo a previsão de "reconstruir" as relações entre o Brasil e pa√≠ses africanos. Antecessor de Lula, Jair Bolsonaro não visitou pa√≠ses africanos durante o seu mandato (2019-2022).

Naquele ano, antes mesmo de ter tomado posse e na condição de presidente eleito, Lula esteve no Egito, a convite do governo local, para participar da Confer√™ncia das Nações Unidas sobre Mudanças Clim√°ticas.

Lula chega ao Egito para agenda oficial de dois dias

Compromissos no Egito

Segundo a agenda de Lula no Cairo, nesta quinta estão previstas duas reuniões com o presidente eg√≠pcio, Abdel Fatah El-Sisi: uma privada, apenas entre os chefes de Estado (e intérpretes), e uma ampliada (com ministros e outras autoridades dos pa√≠ses, por exemplo).

Em comunicado divulgado à imprensa nesta terça (13), o Ministério das Relações Exteriores informou que os dois presidentes discutirão nos encontros temas como as mudanças clim√°ticas e a guerra entre Israel e o Hamas.

A guerra começou em outubro do ano passado, após o grupo terrorista atacar Israel. Milhares de pessoas morreram na região.

Desde que o conflito começou, o Brasil repatriou cerca de 1,5 mil cidadãos que estavam na região de conflito e pediram ajuda ao governo para retornar ao pa√≠s.

Desse grupo, 115 eram brasileiros que viviam na Faixa de Gaza — que faz fronteira com o Egito — e só puderam retornar ao pa√≠s após o Egito abrir as fronteiras.

Lula também ter√° agendas com outros pa√≠ses √°rabes durante a viagem ao Egito. Ele ter√° uma reunião com o secret√°rio-geral da Liga dos Estados Árabes, Ahmed Aboul Gheit. Além disso, participar√° de uma sessão extraordin√°ria do Conselho de Representantes da Liga dos Estados Árabes.

Depois, o presidente partir√° para Adis Abeba, capital da Etiópia, onde também cumprir√° agendas.

Lula segue em viagem para África: saiba destaques da agenda

Etiópia

No segundo destino da viagem, Lula dever√° ter reuniões com autoridades locais e participar da Assembleia da União Africana.

O grupo passou a integrar o G20, obtendo o mesmo status da União Europeia junto à entidade.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o discurso do presidente ainda não est√° finalizado, mas Lula dever√° reforçar as oportunidades de cooperação entre os pa√≠ses africanos e o Brasil, acrescentando que, durante a presid√™ncia brasileira do G20, os tr√™s eixos centrais do grupo são:

inclusão social com combate à fome e à pobreza;

desenvolvimento sustent√°vel e transição energética;

reforma da governança global.

Sobre este √ļltimo ponto, Lula tem defendido, por exemplo, que ao menos um pa√≠s africano tenha representante no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) — Lula também tem defendido que o Brasil, a Alemanha e o Japão também passem a integrar o grupo.

Carlos Milani: Mudanças clim√°ticas são tema antigo de Lula na ONU

Fonte: G1

Comunicar erro
Radio Jornal de Caceres
InfoJud 728x90
Combate a dengue 2023