Calendario IPVA 2024

Cerca de 60% dos animais silvestres resgatados em MT são de espécies em risco de extinção

Por Redação em 09/03/2023 às 07:44:58

Cerca de 60% dos animais silvestres resgatados em Mato Grosso são de espécies ameaçadas de extinção, como macaco-prego, lobo-guará, cachorro-vinagre, gato-dos-pampas, onça-parda e onça-pintada, segundo o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Animal (BPMPA). Além disso, 10% delas são característicos do Pantanal.

Nos últimos cinco anos, mais de 5,4 mil resgates foram registrados no estado — desse total, 814 animais morreram. De 2018 a 2022, o número de resgates aumentou em 29% e, até fevereiro, 184 ocorrências foram registradas pelo Recinto de Animais Silvestres da corporação. A maior parte decorrente de atropelamentos.

Os animais resgatados costumam sair de seus habitats em busca de um ambiente que os ofereça alimentos, água e abrigo que não encontram mais no local onde vivem, segundo a bióloga Jessica Rhaiza Mudrek.

"Quando uma rua ou rodovia é contraída e corta a vegetação, é comum que eles atravessem para buscar mais recursos e é quando acontecem a maior parte dos acidentes. Além disso, é normal que, em épocas de chuva, aumente o número de animais resgatados", disse.

A bióloga ainda ressalta que a melhor forma de evitar os atropelamentos é que a mudança de comportamento dos motoristas.

"É necessário a conscientização dos motoristas em relação ao excesso de velocidade e que tenham mais atenção em áreas de vegetação, onde há maior chance disso acontecer. Seria essencial a instalação de passagens de fauna, que é um recurso importante para a redução desses acidentes", explicou.

Segundo o BPMPA, os animais resgatados são submetidos à triagem e passam por avaliação clínica, onde ficam em observação e recebem tratamento. Posteriormente, se apresentarem condições de sobrevivência, são devolvidos à natureza.

Resgates

No dia 20 de fevereiro, um filhote de veado foi encontrado após se perder da mãe na região do Contorno Leste, no Coxipó da Ponte, em Cuiabá. Segundo o morador Ronaldo Sérgio, o animal estava andando sozinho e assustado, mas aparentava estar saudável. Ele, então, ligou para o Batalhão Ambiental, que foi até a região para resgatar o filhote.

Oito dias após esse resgate, um lobo-guará foi encontrado no quarto de uma casa, em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá. O animal teve que ser tranquilizado com dardos anestésicos e uma zarabatana – tubo pelo qual os dardos são soprados.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o trabalho de resgate durou cerca de 40 minutos. O animal foi imobilizado e transportado para o Centros de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), onde recebeu tratamento veterinário e, em seguida, foi solto.

Como comunicar

Ao encontrar um animal silvestre, estando ele ferido ou não, o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Animal orienta que a população acione a corporação pelo telefone (65) 99920-7939 ou por meio do Corpo de Bombeiros, pelo 193.

Fonte: G1/MT

Comunicar erro
Radio Jornal de Caceres
InfoJud 728x90
Combate a dengue 2023
Garotas de programa Goiania