conecte-se conosco


Carros e Motos

Veja vídeo de 5 carros híbridos e elétricos  do Salão do Automóvel 2018

Publicado

Eletrificação. Essa é a palavra chave do Salão do Automóvel 2018 que estará aberto no São Paulo Expo até o próximo dia 18. As fabricantes envolvidas elevaram o debate à uma questão quase filosófica para ilustrar o futuro aos visitantes que ainda não estão convictos de que, um dia, serão proprietários de um carro híbrido ou elétrico. Mesmo as fabricantes que ainda não têm planos de integrar veículos eletrificados no portfólio brasileiro acabaram mostrando um modelo ou outro por lá.

LEIA MAIS: Conheça o conceito da Hyundai que antecipa a próxima geração do HB20

Este é o caso da Caoa Chery, que tem quatro carros elétricos em seu catálogo na China. A Kia Motors também optou por mostrar versões eletrificadas de Soul, Niro e Optima que fazem bastante sucesso na Ásia. No meio de tantos veículos na categoria, dá para se perder no pavilhão. Para dar uma forcinha na sua experiência, a reportagem do iG Carros elege os cinco carros híbridos e elétricos mais legais do Salão do Automóvel 2018 . Apesar de todos os modelos da lista estarem confirmados no Brasil, alguns ainda não têm preço.

1 – Chevrolet Bolt EV – R$ 175 mil


Chevrolet Bolt é destaque da marca no Salão do Automóvel 2018, junto do facelift do Camaro
Caue Lira/iG

Chevrolet Bolt é destaque da marca no Salão do Automóvel 2018, junto do facelift do Camaro

O estande da GM está colado na entrada do São Paulo Expo e provavelmente será um dos primeiros que você irá visitar. Depois de apreciar como as linhas do Camaro 2019 ficaram harmoniosas e agressivas, não deixe de entrar no Chevrolet Bolt EV. O modelo totalmente elétrico da GM chegará às concessionárias em 2019 por R$ 175 mil. De acordo com a fabricante, o objetivo é democratizar sua categoria.

LEIA MAIS: Chevrolet Bolt EV: andamos no eletrificado da GM que será vendido no Brasil

O Bolt tem 383 km de autonomia com carga completa. Conforme divulgado pela marca, apenas uma hora de recarga em uma tomada doméstica proporciona 40 km de autonomia. Carregadores de eletropostos espalhados por algumas capitais do Brasil são mais eficientes, bastando 30 minutos para rodar mais 145 km. Já tivemos a oportunidade de trazer a primeira unidade do Chevrolet Bolt EV emplacada no Brasil para a nossa redação no começo do ano. Portanto, não deixe de conferir as impressões sobre o seu uso em São Paulo clicando no link acima.

Leia mais:  McLaren Senna, de R$ 8 milhões, desembarca no Brasil para o Salão do Automóvel

2 – VW e-Golf – preço não anunciado


Volkswagen e-Golf: sem preço anunciado, modelo já está no Salão do Automóvel 2018
Divulgação

Volkswagen e-Golf: sem preço anunciado, modelo já está no Salão do Automóvel 2018

A Volkswagen já confirmou que teremos duas novas versões do Golf em um futuro não muito distante. Tanto o modelo GTE (híbrido) quando e-Golf (elétrico) estarão expostos no estande da marca alemã no São Paulo Expo. Preços ainda não foram revelados, mas a versão totalmente elétrica custa 39 mil euros na Europa (algo em torno de R$ 170 mil com uma conversão simples).

LEIA MAIS: Jeep no Salão do Automóvel: Novo Wrangler e versões do Renegade

A demanda global do modelo elétrico é tão grande que a Volkswagen praticamente dobrou sua produção na fábrica de Wolfsburg (Alemanha) no início do ano. Passou de 35 para 70 unidades por dia, representando 2.100 modelos produzidos por mês. O e-Golf é equipado com um conjunto de baterias de 35,8 kWh, proporcionando autonomia de 200 km. De acordo com a Volkswagen, o modelo tem despertado muito interesse em países desenvolvidos, como Alemanha, Noruega e Holanda.

3 – Nissan Leaf – R$ 178.400


O Salão do Automóvel 2018 marca a estreia do Nissan Leaf entre os carros elétricos brasileiros
Caue Lira/iG

O Salão do Automóvel 2018 marca a estreia do Nissan Leaf entre os carros elétricos brasileiros

Quando a Nissan apresentou a primeira geração de seu modelo 100% elétrico em 2010, a concorrência condenou a atitude. Oito anos depois, todas tiveram que correr atrás do prejuízo com novos carros híbridos e elétricos. O Leaf é o modelo mais vendido da categoria, ostentando incríveis 365 mil unidades emplacadas em todo o planeta. Ele será oferecido por R$ 178.400, contando com garantia de oito anos para seu conjunto de baterias.

Leia mais:  Estudo diz: 59% dos acidentes do Brasil são causados por distrações no trânsito

LEIA MAIS: Mitsubishi Pajero Sport chega para brigar com SW4 e Trailblazer

O Leaf entrega 150 cv de potência e 32,6 kgfm de torque. De acordo com a Nissan, uma recarga total em tomada doméstica leva em torno de oito horas. Com “tanque cheio”, o modelo é capaz de percorrer até 240 km. Aproveite que você estará no estande da Nissan e dê uma olhada no X-Trail híbrido. O modelo está passando por avaliação no mercado brasileiro e poderá ser vendido por aqui se os resultados forem satisfatórios.

4 – Renault Zoe – R$ 149 mil


Renault Zoe é atração principal no estande da marca no Salão do Automóvel 2018
Caue Lira/iG

Renault Zoe é atração principal no estande da marca no Salão do Automóvel 2018

O Zoe é um sonho antigo da Renault do Brasil. A marca sempre esteve envolvida na “cena” dos carros elétricos, chegando a fornecer uma frota do compacto Twizy para seguradoras nas grandes cidades. Quem esteve no Salão do Veículo Elétrico em setembro teve a oportunidade de conhecer o Zoe de perto, e até mesmo dirigir o veículo em um trajeto curto. Por R$ 149 mil, será o modelo mais barato da categoria.

Tal como o Kwid, a Renault também iniciou as vendas do Zoe pela internet. A versão que será emplacada no Brasil já foi homologada pelo Inmetro, e será oferecida com motor de 110 cv de potência e 22,9 kgfm de torque. De acordo com a marca, a autonomia pode ser superior a 300 km.

5 – Mini Countryman híbrido – R$ 199.990


Mini Countryman híbrido do Salão do Automóvel 2018 é versão plug-in. Ou seja, pode ser carregado na tomada
Divulgação

Mini Countryman híbrido do Salão do Automóvel 2018 é versão plug-in. Ou seja, pode ser carregado na tomada

A BMW tem uma abordagem sólida não apenas no lançamento de carros híbridos e elétricos, mas também na capacitação de estrutura. Em parceria com a EDP, a marca alemã inaugurou a Eletrovia entre São Paulo e Rio de Janeiro. Ao longo dos 430 quilômetros que separam as capitais, será possível fazer a recarga rápida nos Postos Ipiranga ,da Dutra. Para o Salão do Automóvel, a nova atração da categoria é o Mini Countryman híbrido.

LEIA MAIS: Renault Zoe chega ao Brasil por R$ 149 mil

Na mecânica, o Mini Countryman híbrido plug-in une 136 cv do motor 1.5 turbo, de 3 cilindros, a gasolina, com os 88 cv do elétrico, totalizando 224 cv de potência combinada. O modelo conta ainda com tração integral, autonomia em modo elétrico de 42 km e alcança os 100 km/h em apenas 6,8 segundos. Conforme divulgado no Salão do Automóvel 2018 , o carregamento total leva aproximadamente três horas em uma tomada doméstica.

publicidade

Carros e Motos

Chevrolet Onix Joy 2019: versão mais em conta é modesta, mas eficiente

Publicado

por


 Onix Joy 2019: faróis com lentes escurecidas fazem parte das novidades. Maçanetas e retrovisores não têm pintura
Carlos Guimarães/ iG

Onix Joy 2019: faróis com lentes escurecidas fazem parte das novidades. Maçanetas e retrovisores não têm pintura

Sem muitas pretensões, passamos alguns dias com a versão mais simples do Onix Joy 2019 (R$ 44.990) e tivemos uma ideia mais clara porque é que o hatch tem batido recordes de vendas. Tudo bem, o carro está prestes a completar seis anos sem mudanças significativas, além de ter aspecto bem modesto. Mas, como é valente e econômico!

LEIA MAIS:  Prisma Joy: como anda o substituto do veterano Chevrolet Classic

Rodamos mais de 600 quilômetros com o Onix Joy 2019 , tanto na cidade quanto na estrada sem precisar reabastecer. E nos surpreendemos como o marcador de combustível custou a se mexer. Essa versão básica do Onix não vem com computador de bordo, porém, pelos números do Inmetro, a versão Joy do hatch da GM pode fazer 12,9 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada.


Pelo o que notamos, são números bem realistas. E deixam o Onix Joy 2019 entre os 10 carros mais econômicos à venda no Brasil hoje em dia. Com tanque de 54 litros, o hatch compacto também consegue ter uma boa autonomia, cerca de 690 quilômetros na cidade e mais de 800 km na estrada, teoricamente.

E pode rodar, viu? A direção com assistência elétrica facilita as manobras em vagas apertadas e para se virar no trânsito caótico das grandes cidades. Além disso, os borrachudos pneus 185/70R 14 ajudam a absorver bem as irregularidades do piso e a passar por obstáculos urbanos, como valetas e lombadas. Aliás, vêm até com monitoramento de pressão, como item de série. Se algum estiver fora da calibragem ideal, acende uma luz no painel.

Com caminho livre, no plano, o que ajuda a economizar combustível e a manter o carro rodando sempre em silêncio é a sexta marcha, com relação bem longa (0,67:1), que mantém o motor em baixa rotação, 3.500 a 120 km/h. Mas é bom saber que qualquer aclive já pede a redução de uma ou mais marchas. Isso porque o regime de torque máximo de 9,8 kgfm está nas alturas (5.200 rpm). Se quiser o mínimo de força para ultrapassagens e retomadas, precisa manter o contagiros, pelo menos, na faixa dos 4.200 rpm.

Leia mais:  Estudo diz: 59% dos acidentes do Brasil são causados por distrações no trânsito

LEIA MAIS:  GM anuncia investimento de R$ 1,9 bilhão para a fábrica de motores

Abaixo disso, as respostas são lentas, embora razoáveis entre 2.000 e 3000 rpm. Em contrapartida, os engates do câmbio são sempre fáceis e precisos e não há nenhuma vibração ou aumento drástico de nível de ruído ao pisar fundo no acelerador, mesmo depois do motor ter atingido o regime de potência máxima (6.400 rpm). Não estamos falando de um dos motores 1.0 mais modernos que existem hoje em dia, mas, certamente, entre os mais confiáveis e que têm um dos menores custos de manutenção do mercado pela simplicidade do projeto.

Conjunto bem acertado no Onix Joy 2019


Chevrolet Onix Joy 2019 vem com iluminação laranja no painel. Aparelho de som é vendido apenas como acessório
Divulgação

Chevrolet Onix Joy 2019 vem com iluminação laranja no painel. Aparelho de som é vendido apenas como acessório


Pise no freio e verá que o hatch da GM transmite segurança em qualquer situação. O sistema é bem acertado, inclusive na relação de desmultmultiplicação do hidrovácuo, o que significa que fica fácil controlar a força aplicada ao pedal na hora na frenagem sem correr o risco de passar da medida ideal. A visibilidade também é boa, inclusive pelos retrovisores externos, que têm apenas ajustes manuais, sem ajuda de motor elétrico. Falta também ajuste de altura dovolante e do banco do motorista.

Leia mais:  McLaren Senna, de R$ 8 milhões, desembarca no Brasil para o Salão do Automóvel

A unidade avaliada estava com sistema de som instalado como acessório nas concessionárias. O único opcional do Onix Joy 2019 é a pintura metálica, oferecida por R$ 1.350. O compacto da Chevrolet vem com rodas de aço e calotas de aro 14 e retrovisores e maçanetas de plástico preto. No pacote de equipamentos que vem de série estão incluídos itens como ar-condicionado, vidros dianteiros e travas elétricas, ancoragem ISOFIX e Top Tether, preparação para som, laternas traseiras e faróis com lentes escurecidas.

LEIA MAIS: Revelada na China a nova geração do Chevrolet Prisma

Por dentro, o Onix Joy 2019 consegue levar cinco ocupantes. No porta-malas vão bons 293 litros, um pouco acima da média da categoria. O cluster vem com iluminação alaranjada para se diferenciar das demais versões mais equipadas. E os comandos dos vidros dianteiros estão no console central, próximos da alavanca do freio de estacionamento, o que pode atrapalhar, já que a posição ideal seria nas portas.

Conclusão

De qualquer forma, o Onix Joy 2019 deixou claro que tem qualidades de sobra para justificar a posição de líder de vendas. Além de bastante econômico, o carro conta com conjunto bem equilibrado e valente para enfrentar o dia a dia, tanto em trechos rodoviários quanto urbanos. A nova geração do Onix está sendo esperada para entre o fim de 2019 e o início de 2020 e terá, entre as novidades, novo motor 1.0, de três cilindros.

Ficha Técnica

Preço: a partir de R$ 44.990

Motor: 1.0, quatro cilindros, flex, 

Potência: 80 cv (E)  e 78 cv (G) 6.400 rpm

Torque: 9,8 kgfm (E) e 9,5  kgfm (G) a  5.200 rpm

Transmissão:  Manual, seis marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) / eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambor na traseira

Pneus: 185/70 R14

Dimensões: 3,93 m (comprimento) / 1,71 m (largura) / 1,47 m (altura), 2,53 m (entre-eixos)

Tanque : 54 litros

Consumo: 12,9 km/l (cidade) /15,3 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 13,4 segundos 

Vel. Max: 167 km/h   

Continue lendo

Carros e Motos

Chevrolet Onix Joy 2019: versão mais em conta é modesta, mas eficiente

Publicado

por


 Onix Joy 2019: faróis com lentes escurecidas fazem parte das novidades. Maçanetas e retrovisores não tem pintura
Carlos Guimarães/ iG

Onix Joy 2019: faróis com lentes escurecidas fazem parte das novidades. Maçanetas e retrovisores não tem pintura

Sem muitas pretensões, passamos alguns dias com a versão mais simples do Onix Joy 2019 (R$ 44.990) e tivemos uma ideia mais clara porque é que o hatch tem batido recordes de vendas. Tudo bem, o carro está prestes a completar seis anos sem mudanças significativas, além de ter aspecto bem modesto. Mas, como é valente e econômico!

LEIA MAIS:  Prisma Joy: como anda o substituto do veterano Chevrolet Classic

Rodamos mais de 600 quilômetros com o Onix Joy 2019 , tanto na cidade quanto na estrada sem precisar reabastecer. E nos surpreendemos como o marcador de combustível custou a se mexer. Essa versão básica do Onix não vem com computador de bordo, porém, pelos números do Inmetro, a versão Joy do hatch da GM pode fazer 12,9 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada.


Pelo o que notamos, são números bem realistas. E deixam o Onix Joy 2019 entre os 10 carros mais econômicos à venda no Brasil hoje em dia. Com tanque de 54 litros, o hatch compacto também consegue ter uma boa autonomia, cerca de 690 quilômetros na cidade e mais de 800 km na estrada, teoricamente.

E pode rodar, viu? A direção com assistência elétrica facilita as manobras em vagas apertadas e para se virar no trânsito caótico das grandes cidades. Além disso, os borrachudos pneus 185/70R 14 ajudam a absorver bem as irregularidades do piso e a passar por obstáculos urbanos, como valetas e lombadas. Aliás, vêm até com monitoramento de pressão, como item de série. Se algum estiver fora da calibragem ideal, acende uma luz no painel.

Com caminho livre, no plano, o que ajuda a economizar combustível e a manter o carro rodando sempre em silêncio é a sexta marcha, com relação bem longa (0,67:1), que mantém o motor em baixa rotação, 3.500 a 120 km/h. Mas é bom saber que qualquer aclive já pede a redução de uma ou mais marchas. Isso porque o regime de torque máximo de 9,8 kgfm está nas alturas (5.200 rpm). Se quiser o mínimo de força para ultrapassagens e retomadas, precisa manter o contagiros, pelo menos, na faixa dos 4.200 rpm.

Leia mais:  Conheçaos 5 SUVs compactos mais lentos à venda no Brasil

LEIA MAIS:  GM anuncia investimento de R$ 1,9 bilhão para a fábrica de motores

Abaixo disso, as respostas são lentas, embora razoáveis entre 2.000 e 3000 rpm. Em contrapartida, os engates do câmbio são sempre fáceis e precisos e não há nenhuma vibração ou aumento drástico de nível de ruído ao pisar fundo no acelerador, mesmo depois do motor ter atingido o regime de potência máxima (6.400 rpm). Não estamos falando de um dos motores 1.0 mais modernos que existem hoje em dia, mas, certamente, entre os mais confiáveis e que têm um dos menores custos de manutenção do mercado pela simplicidade do projeto.

Conjunto bem acertado no Onix Joy 2019


Chevrolet Onix Joy 2019 vem com iluminação laranja no painel. Aparelho de som é vendido apenas como acessório
Divulgação

Chevrolet Onix Joy 2019 vem com iluminação laranja no painel. Aparelho de som é vendido apenas como acessório


Pise no freio e verá que o hatch da GM transmite segurança em qualquer situação. O sistema é bem acertado, inclusive na relação de desmultmultiplicação do hidrovácuo, o que significa que fica fácil controlar a força aplicada ao pedal na hora na frenagem sem correr o risco de passar da medida ideal. A visibilidade também é boa, inclusive pelos retrovisores externos, que têm apenas ajustes manuais, sem ajuda de motor elétrico. Falta também ajuste de altura dovolante e do banco do motorista.

Leia mais:  Estudo diz: 59% dos acidentes do Brasil são causados por distrações no trânsito

A unidade avaliada estava com sistema de som instalado como acessório nas concessionárias. O único opcional do Onix Joy 2019 é a pintura metálica, oferecida por R$ 1.350. O compacto da Chevrolet vem com rodas de aço e calotas de aro 14 e retrovisores e maçanetas de plástico preto. No pacote de equipamentos que vem de série estão incluídos itens como ar-condicionado, vidros dianteiros e travas elétricas, ancoragem ISOFIX e Top Tether, preparação para som, laternas traseiras e faróis com lentes escurecidas.

LEIA MAIS: Revelada na China a nova geração do Chevrolet Prisma

Por dentro, o Onix Joy 2019 consegue levar cinco ocupantes. No porta-malas vão bons 293 litros, um pouco acima da média da categoria. O cluster vem com iluminação alaranjada para se diferenciar das demais versões mais equipadas. E os comandos dos vidros dianteiros estão no console central, próximos da alavanca do freio de estacionamento, o que pode atrapalhar, já que a posição ideal seria nas portas.

Conclusão

De qualquer forma, o Onix Joy 2019 deixou claro que tem qualidades de sobra para justificar a posição de líder de vendas. Além de bastante econômico, o carro conta com conjunto bem equilibrado e valente para enfrentar o dia a dia, tanto em trechos rodoviários quanto urbanos. A nova geração do Onix está sendo esperada para entre o fim de 2019 e o início de 2020 e terá, entre as novidades, novo motor 1.0, de três cilindros.

Ficha Técnica

Preço: a partir de R$ 44.990

Motor: 1.0, quatro cilindros, flex, 

Potência: 80 cv (E)  e 78 cv (G) 6.400 rpm

Torque: 9,8 kgfm (E) e 9,5  kgfm (G) a  5.200 rpm

Transmissão:  Manual, seis marchas, tração dianteira

Suspensão:Independente (dianteira) / eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados na dianteira e tambor na traseira

Pneus: 185/70 R14

Dimensões: 3,93 m (comprimento) / 1,71 m (largura) / 1,47 m (altura), 2,53 m (entre-eixos)

Tanque : 54 litros

Consumo: 12,9 km/l (cidade) /15,3 km/l (estrada) com gasolina

0 a 100 km/h: 13,4 segundos 

Vel. Max: 167 km/h   

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana