conecte-se conosco


Policial

Sesp supera meta de operações e ações integradas em 18%

Publicado

Nara Assis | Sesp-MT

A Coordenadoria de Planejamento e Monitoramento (Coplam) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) superou a meta de 13 mil operações e ações integradas a serem realizadas anualmente. De janeiro a junho de 2018 já foram desenvolvidas 15.466, cerca de 18% a mais que o previsto para todo o ano. Em 2017 e 2016, este número também foi superado, com a contabilização de 20.730 e 18.079 operações e ações integradas, respectivamente. 

Em 2018, até outubro, já foram elaboradas 54 ordens de operações integradas oriundas da Sesp, e 14 produzidas nas regionais, totalizando um montante parcial de 68 ordens de operações. O coordenador de Planejamento e Monitoramento da Sesp, tenente-coronel PM Jean Klebber Britto da Silva, ressaltou que o resultado é reflexo da dedicação dos integrantes de todas as forças de segurança. “Isso demonstra o empenho de todos em promover a sensação de segurança à população, o que contribuiu sistematicamente para a redução dos índices de criminalidade no estado”.

Vale ressaltar que desde 2017 a parametrização considera uma operação a cada município participante. Já no caso das ações são consideradas as atividades desempenhadas pelas forças de segurança dentro das operações, quais sejam: inopinada; asfixia; start; mandados de busca e apreensão; mandados de prisão; prisão temporária e internação cautelar; flagrante delito; Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO); e fiscalização dos bombeiros.

Leia mais:  Polícia Civil prende mandantes e mais 4 por envolvimentos em incêndio da Prefeitura de Nova Bandeirantes

Entre janeiro e julho deste ano, as 54 operações integradas resultaram nas apreensões de aproximadamente 700kg de drogas, 1.699 veículos e 228 armas de fogo, além de 161 veículos recuperados e 1.923 pessoas presas. No total, houve abordagem de 50.940 veículos e 92.989 pessoas, em 5.884 ações inopinadas (bloqueio), 7.504 de asfixia (saturação), e 11.250 starts (P.E.).

Com efetivo de 16.877 policiais militares, 5.160 policiais civis e 363 bombeiros militares, foram cumpridos 290 mandados de busca e apreensões; 534 mandados de prisões, internações cautelares e prisões temporárias; e efetuados 1.450 flagrantes delitos. As fiscalizações do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-MT) ao longo deste período somaram 357 e os TCO’s foram 1.320.

O coordenador da Coplam acrescenta que, com base nos dados das atividades ordinárias das instituições de segurança realizadas de janeiro a junho de 2018, as operações integradas auxiliaram em média em 14% dos resultados obtidos. A média mensal de atividades integradas é de oito dias por mês.

Dados do ano passado

De janeiro a dezembro de 2017 foram realizadas 44 ordens de operações, para execução de atividades integradas em todo o estado, que resultaram na apreensão de 1,3 toneladas de drogas; apreensão de 2.670 veículos; recuperação de 611 veículos roubados; e 478 armas de fogo apreendidas. Para tanto, foram empregados 26.568 policiais militares, 10.591 policiais civis, 1.006 bombeiros militares, em 8.285 ações inopinadas (bloqueio), 11.446 de asfixia (saturação), e 12.886 Start (P.E.).

Leia mais:  PLANTÃO COMUNICAÇÃO

Neste período, houve cumprimento de 924 mandados de busca e apreensões, e 1.248 mandados de prisões, internações cautelares e prisões temporárias, além da realização de 2.120 flagrantes delitos; 1.588 TCO’s; 1.434 fiscalizações do CBM. Durante as operações, os profissionais da Segurança abordaram 181.919 pessoas e 75.852 veículos, e prenderam 3.745 pessoas.

publicidade

Policial

Motorista de ônibus escolar é preso por estupro de adolescente em Campos de Júlio

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

O motorista de ônibus escolar do município de Campos de Júlio, Delson Verdecio de Gusmão, 39 anos, foi preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva, por estupro mediante violência contra uma estudante de 15 anos. O mandado foi cumprido no final da tarde de quarta-feira (14).

A prisão foi solicitada pela Polícia Civil, após comunicação feita na  Delegacia no dia 2 de outubro deste ano, referentes a atos que iniciaram em setembro, mas que por medo não foram denunciados antes pela vítima.

 A adolescente  compareceu na Delegacia acompanhada de uma conselheira tutelar. A vítima contou que os abusos iniciaram em setembro, quando ela retornava para casa após as aulas. A garota  relatou que no dia 26 de setembro, o suspeito iniciou investigadas contra ela, a puxando pelos braços na tentativa de beijá-la. Nessa ocasião, diante da negativa da menina, o suspeito tocou em suas partes íntimas.

Na madrugada de  28 de setembro, aproveitando que estava sozinha com a vítima no ônibus escolar, o suspeito parou o veículo no meio do trajeto de sua casa até a escola e a puxou novamente pelos braços, empurrou para um banco e manteve relação sexual com ela. No retorno da escola o suspeito investiu novamente, mas acabou desistindo diante de pessoas que estavam trabalhando perto do local onde o ônibus estava parado.

Leia mais:  Operação integrada prende bolivianos com pasta base de cocaína na fronteira de Cáceres

O delegado Gilson Silveira classificou o crime de alta gravidade devido ao contato do motorista com crianças e adolescentes. “Uma situação extremamente grave por envolver transporte de alunos  da escola municipal. Ele praticou um estupro contra uma aluna mediante violência e várias vezes atos libidinosos”, disse o delegado.

 

Continue lendo

Policial

Adote uma cartinha dos Correios e arrecadação de alimentos integram campanha de Natal da PJC

Publicado

por

Assessoria |PJC-MT

Com o propósito de ajudar o próximo, a Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso, por meio da Gerência de Aplicação, Desenvolvimento, Saúde e Segurança, inserida na Coordenadoria de Gestão de Pessoas (RH), lança a campanha “Natal Solidário da PJC 2018”.

A campanha de cunho social tem como objetivo, estimular os servidores a solidariedade, sentimento que melhor expressa o respeito pela dignidade humana, além de poder ajudar a quem precisa e/ou fazer uma criança carente feliz com presente de natal.

Neste ano a campanha “Natal Solidário da PJC”, foi estruturada em duas etapas. A primeira em parceria com os Correios (Papai Noel dos Correios – adote uma cartinha), e a segunda será campanha de arrecadação de donativos para Pastoral do Migrante.

A Campanha “Adote uma Cartinha dos Correios” é realizada  junto com escolas públicas e instituições sociais, nas quais as crianças de baixa renda escrevem as cartas ao “Papai Noel”. Nesta ação, será disponibilizado várias cartinhas na próxima quinta-feira (22.11), na recepção do prédio da Diretoria Geral da PJC, das 13h30 às 18h30, para os servidores escolherem e adotarem a sua cartinha e fazer uma criança feliz.

Para os interessados em apadrinhar uma criança carente, o presente poderá ser entregue direto para equipe da Gerência de Aplicação, Desenvolvimento, Saúde e Segurança, a qual encaminhará o presente para os Correios. O prazo máximo de entrega do presente no setor do RH da Polícia Civil é no dia 12 de dezembro.

Leia mais:  PLANTÃO COMUNICAÇÃO

A segunda ação busca arrecadar vários tipos de produtos necessários, para que a Pastoral do Migrante possa oferecer aos seus assistidos. Os itens são: roupas de todos os tamanhos infantil e adulto, calçados, chinelos, brinquedos, produtos de higiene pessoal como desodorante, escova de dente, pasta de dente, absorventes íntimos, e produtos de limpeza.

A doação poderá ser feita até o dia 14 de dezembro, nos seguintes pontos de coleta: na Coordenadoria de Gestão de Pessoas e na recepção da entrada principal do prédio da Diretoria Geral.

Maiores informações pelo telefone (65) 3613-5627.

 

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana