conecte-se conosco


Tecnologia

Prepare-se: a partir de segunda, WhatsApp vai apagar backup de celulares Android

Publicado


WhatsApp para Android terá mudanças a partir da próxima segunda-feira (12)
Marcos Oliveira/Agência Senado

WhatsApp para Android terá mudanças a partir da próxima segunda-feira (12)

Os usuários de WhatsApp para Android precisam ficar atentos: na próxima semana, uma atualização do aplicativo de mensagens pode apagar os arquivos antigos guardados através do Google Drive. A mudança está programada para acontecer na próxima segunda-feira (12).

Leia também: Modo férias: WhatsApp deve criar novos meios de arquivar e silenciar mensagens

A alteração no WhatsApp para Android vai acontecer devido a um acordo entre o aplicativo de bate-papo e o Google. A partir da data da atualização, o WhatsApp vai deletar todo o conteúdo dos backups que estão armazenados no Google Drive e que não foram atualizados ao longo de um ano.

Salvar os arquivos que podem ser deletados, no entanto, é fácil: basta fazer um novo backup. Através do app, há duas formas de fazer isso: a manual, na qual o próprio usuário salva os conteúdos sozinho, quando e o quanto quiser; e a automática, em que o WhatsApp fica programado para salvar tudo periodicamente. Para configurar essa última opção, basta escolher dentro de qual intervalo de tempo o usuário deseja que o backup seja feito: diariamente, semanalmente ou mensalmente.

Leia mais:  Isso é muito Black Mirror: canal chinês cria apresentador de telejornal virtual

Leia também: Internet a preço acessível só é realidade para quatro em cada dez brasileiros

2

Além da necessidade de backups periódicos, WhatsApp para Android tem outra atualização


As novas regras valem apenas para usuários de WhatsApp para Android
aplicativo WhatsApp

As novas regras valem apenas para usuários de WhatsApp para Android

Além dessa atualização, o acordo do aplicativo com o Google também vai mudar a forma de armazenamento de dados : antes, os arquivos contidos no backup do aplicativo de mensagens instantâneas eliminavam espaço da cota de armazenamento do Google Drive de cada usuário. A versão gratuita do Google Drive dá direito a 15 GB, que ficam disponíveis para guardar qualquer tipo de arquivo dos mais diversos serviços do celular – do Gmail ao Fotos.

Com a mudança, essa regra não vale mais, já que o WhatsApp não faz mais parte dessa cota: o usuário pode fazer backups de conversas, vídeos e fotos livremente e sem limites, não precisando mais se preocupar com o tamanho e a quantidade de arquivos – a cota da nuvem permanecerá intacta.

Leia mais:  Twitter recebeu 2,7 milhões de postagens sobre divergências políticas, diz FGV

Leia também: Apple anuncia novo iPad Pro: sem botão Home e que pode custar até R$ 15.599

As novas regras valem apenas para usuários de WhatsApp para Android . Para os donos de Iphone, não há nenhuma mudança, já que nesse tipo de celular os backups para a nuvem são guardados no iCloud. No caso do armazenamento da Apple, a regra antiga ainda vale: todo o conteúdo salvo pelo aplicativo de mensagens retira espaço da cota do iCloud.

publicidade

Tecnologia

Facebook fica fora do ar para alguns usuários, segundo relatos

Publicado

por


Facebook
Shutterstock

Facebook

Nesta segunda-feira (12), por volta das 16h, alguns usuários do Facebook relataram problemas para acessar a página da rede social. Quando tentaram entrar em seus perfis, várias pessoas afirmaram ter recebido uma mensagem de erro (foto abaixo).

Leia também: Mulher é condenada a pagar indenização por ofensas feitas no Orkut


Alguns usuários de outros países também relataram ter encontrado dificuldades para acessar suas contas no Facebook
Reprodução/Facebook

Alguns usuários de outros países também relataram ter encontrado dificuldades para acessar suas contas no Facebook

O aparente problema com a plataforma não é exclusivo dos brasileiros. Alguns usuários de outros países também relataram ter encontrado dificuldades para acessar suas contas no Facebook .

Por ora, a empresa ainda não se pronunciou sobre o assunto em sua página oficial.

Apesar das diversas reclamações, a instabilidade no Facebook não foi captada por sites que acompanham se plataformas estão funcionando ou se caíram, como o “Is It Down Right Now”.

Leia também: WhatsApp permite responder mensagens de grupos no chat particular

Os usuários do Twitter , por sua vez, aproveitaram para fazer piadas com o problema da outra rede social.

Leia mais:  Twitter recebeu 2,7 milhões de postagens sobre divergências políticas, diz FGV

Continue lendo

Tecnologia

Isso é muito Black Mirror: canal chinês cria apresentador de telejornal virtual

Publicado

por


Âncora Inglês de inteligência artificial da agência de notícias chinesa Xinhua News Agency
Reprodução YouTube

Âncora Inglês de inteligência artificial da agência de notícias chinesa Xinhua News Agency

Se alguém ainda acha que ainda estamos distantes de uma era “Black Mirror”, é bom ficar de olho nas novidades chinesas. Nessa semana, a agência de notícias do governo da China, Xinhua News Agency, lançou seus dois primeiros âncoras de telejornal completamente feitos com inteligência artificial (IA), e desenvolvidos em parceria com a empresa de tecnologia Sogou.

Leia também: Bill Gates exibe pote de cocô ao apresentar vaso sanitário que funciona sem água

Criados a partir da aparência de pessoas reais (a versão chinesa é inspirada no jornalista Qiu Hao e o inglês Zhang Zhao), os repórteres virtuais usam a inteligência artificial com o objetivo simular a voz, os movimentos faciais e os gestos de pessoas reais.

O robô-repórter inglês, que ainda não tem nome – ele aparece como “English IA Anchor”, ou seja, Âncora Inglês de IA, em português –, simula os movimentos do rosto com direito a olhos piscando e sobrancelhas que se mexem, tudo para dar uma ilusão mais real de expressão facial. O boneco, no entanto, não gesticula ou tem reações.

Leia mais:  Usuários de iPhone relatam falhas em celulares por conta do horário de verão

Vestido de terno e gravata na bancada dos vídeos do canal de notícias, ele também tem voz sintetizada e meio robótica. Para fazê-lo falar, basta colocar o texto diante do jornalista virtual para que ele leia e apresente qualquer conteúdo, agilizando o processo de levar informação ao público.

Leia também: Site monitora preços e confere se descontos são reais durante a Black Friday

3

Em um vídeo de apresentação, o robô contava que era seu primeiro dia no papel de âncora para a agência de notícias estatal e prometeu “trabalhar incansavelmente para manter o público informado, pois os textos serão digitados no sistema ininterruptamente.”

A vantagem, de acordo com a Xinhua , está nas reduções de custos que o boneco pode trazer como também na produtividade: afinal, o âncora pode trabalhar o dia todo, durante 24 horas sem parar e “incansavelmente.”

Repórter de inteligência artificial vai começar a ser usado

Em seu primeiro vídeo, o robô-repórter também comenta a importância de sua criação, que serve para acompanhar as mudanças da mídia atual. ““O desenvolvimento da indústria de mídia exige inovação contínua e profunda integração com as tecnologias avançadas internacionais. Espero trazer novas experiências de notícias para vocês”, disse.

Leia mais:  Nova ferramenta do Instagram promete coibir bullying em fotos e legendas

Leia também: Prepare-se: a partir de segunda, WhatsApp vai apagar backup de celulares Android

De acordo com seus criadores, que apresentaram a novidade durante a Conferência Mundial da Internet da China, evento de tecnologia, as o projeto ainda pode apresentar limitações, mas já está apto para ser usado tanto no site da agência de notícias como nas suas mídias sociais. O repórter de inteligência artificial concorda: no fim do vídeo inaugural, agradece a audiência e disse que vai haver espaços para melhorias técnicas.

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana