conecte-se conosco


Esportes

Organização da Fórmula Indy desmente prefeito e nega etapa no Rio em 2020

Publicado


Trajeto da Fórmula Indy anunciado pelo prefeito Marcelo Crivella e que foi negado pela IndyCar
Reprodução

Trajeto da Fórmula Indy anunciado pelo prefeito Marcelo Crivella e que foi negado pela IndyCar

A revista de automobilismo dos Estados Unidos, RACER , publicou nesta sexta-feira que não haverá nenhuma etapa da Fórmula Indy no Rio de Janeiro em 2020. Na última quarta-feira, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, publicou um vídeo em seu Twitter anunciando um circuito no Sambódromo da Marquês de Sapucaí .

De acordo com a publicação, um funcionário da IndyCar comunicou que o interesse da cidade de receber uma prova da Fórmula Indy foi bem recebido pela cúpula da modalidade, porém não é algo concreto e não existem planos para realizar o evento daqui dois anos.

O problema para trazer uma etapa da categoria para o Brasil seria econômico. A Racer explica que a IndyCar não tem recebido apoio financeiro para realizar a prova em solo verde e amarelo. A organização até tem pesquisado várias cidades pelo país, mas sem acertar com nenhuma.

Leia também:  Neymar ganha bônus no PSG para acenar aos torcedores e não criticar árbitros

Leia mais:  Giroud: “É impossível assumir sua homossexualidade no futebol”

Hoje são três os pilotos brasileiros que correm na Fórmula Indy: Tony Kanaan, Matheus Leist e Pietro Fittipaldi. O Brasil é considerado a maior base de fãs da modalidade fora dos Estados Unidos.

Assista abaixo ao vídeo que o prefeito Crivella publicou em seu Twitter para anunciar a corrida. De acordo com as palavras do político, o trajeto que os pilotos percorreriam teria início no Sambódromo da Marquês de Sapucaí e passaria pela Avenida Presidente Vargas.

Leia também: Antes de acidente, Ayrton Senna está infeliz e chateado com Schumacher

A cidade do Rio de Janeiro recebeu etapas da Fórmula Indy entre os anos de 1996 e 200. São Paulo também já recebeu provas da Indy 300 entre os anos de 2010 e 2013. A última edição do evento foi realizada em Brasília, no ano de 2015.

Leia mais:  Lebron dá show pelo Lakers e se torna o 5° maior pontuador da história da NBA

publicidade

Esportes

Palmeiras empata com Paraná e bate recorde de invencibilidade no Brasileirão

Publicado

por


Palmeiras empata com Paraná na 35ª rodada do Brasileirão
Reprodução

Palmeiras empata com Paraná na 35ª rodada do Brasileirão

O Palmeiras viajou até o Sul do país para enfrentar o Paraná. Precisando de dinheiro neste fim de ano, a administração do clube paranaense vendeu o mando de campo para o Estádio do Café e, para quem seria visitante nesta rodada do Brasileiro, o Palmeiras teve a totalidade dos torcedores: 25 mil pessoas.

Leia também:  Narração de gol em rádio salva vida de homem na Espanha. Entenda o caso

De acordo com informações da repórter da Globo , apenas 20 torcedores do Paraná foram até Londrina ver o time que já está rebaixado à Série B do ano que vem. Com forte chuva no primeiro tempo, os times empataram em 1 a 1 na 35ª rodada do Brasileiro .

O jovem Keslley, da base do Paraná, abriu o placar para os ‘donos da casa’ aos 34 minutos do primeiro tempo e Gustavo Scarpa marcou de pênalti, no segundo tempo, para o Palmeiras.

Em termos gerais, o alviverde dominou a partida em posse de bola, precisão de passe e chutes a gol. O Paraná teve boas chances no primeiro tempo aproveitando os errados do adversário e lances de contra ataques.

Leia mais:  Com polêmica do VAR, River vence o Grêmio e vai à final da Libertadores

No segundo tempo, a chuva deu uma trégua e o jogo ficou mais disputado. O Paraná conseguiu se mostrar competitivo e o Palmeiras continuou a atacar a meta do goleiro Thiago Rodrigues, mas sem efetivamente ampliar o placar.

O empate fez o clube alviverde bater um recorde: são 20 jogos de invencibilidade, algo que não ocorria desde o ano de 2003. A marca anterior era do arquirrival Corinthians, com 19 partidas.

Resultados da 35ª rodada do Brasileiro


Santos viajou a Belo Horizonte e perdeu do América-MG na 35ª rodada do Brasileiro
Reprodução

Santos viajou a Belo Horizonte e perdeu do América-MG na 35ª rodada do Brasileiro

A 35ª rodada começou no sábado com três partidas. O Atlético Mineiro recebeu o Bahia e venceu a partida por 1 a 0. Com o mesmo placar, o Corinthians venceu o Vasco na Arena Corinthians. A última partida da noite de sábado teve triunfo do Atlético Paranaense contra o Vitória, por 2 a 1.

Leia também:  Jovem volante do Corinthians impressiona Vampeta: “tem que ser titular”

Foram três jogos aos 17h (horário de Brasília), neste domingo além de Paraná e Palmeiras. O Santos viajou à Belo Horizonte e perdeu do América-MG por 2 a 1. O Internacional, foi até o Rio de Janeiro e também perdeu do Botafogo por 1 a 0. Com o resultado, os colorados perderam a segunda posição na tabela de classificação.

Leia mais:  Real Madrid acelera a chegada de Neymar já para janeiro, diz mídia espanhola

Com preleção especial e ações com torcedores, o Sport Recife recebeu o Flamengo para jogo importante na fuga da zona de rebaixamento. A partida terminou com 1 a 0 para o time carioca, com de Willian Arão.

Leia também:  Elenco de R$ 3,8 bi do Manchester City é o mais caro do mundo. Veja Top 10

Contando os minutos para gritar É CAMPEÃO!, o Palmeiras enfrenta o América-MG na quarta-feira, as 21h45 no Allianz Parque, e pode ser o jogo do título faltando ainda duas partidas para a última rodada do Brasileiro. Já o Paraná enfrenta o Ceará, na quinta-feira, as 21h.

Continue lendo

Esportes

Alemão de 21 anos supera Novak Djokovic e é campeão do ATP Finals 2018

Publicado

por


Alexander Zverev superou Novak Djokovic por 2 sets a 0 e virou campeão do ATP Finals
Getty Images

Alexander Zverev superou Novak Djokovic por 2 sets a 0 e virou campeão do ATP Finals

O alemão Alexander Zverev sagrou-se campeão do simples masculino no ATP Finals , neste domingo, ao vencer o atual número um do mundo Novak Djokovic. Com uma hora e vinte de partida, o atleta de 21 anos venceu os dois sets, parciais 6-4 e 6-3.

Leia também:  Lesão de Rafael Nadal torna Novak Djokovic número 1 do mundo no tênis

Depois de vencer o suíço Roger Federer na semifinal do sábado, por 7-5 e 7-6, Zverev fez bom jogo e superou de maneira tranquila o sérvio Novak Djokovic , que tinha batido o sul-africano Kevin Anderson ontem, em 6-2 e 6-2.

Além de vencer o número 1 do mundo, Zverev é o primeiro alemão a vencer o ATP Finals desde Boris Becker, um dos maiores tenistas da história e aposentado em 1996. Becker também foi treinador de Djokovic por três anos.

Alexander Zverev é considerado um fenômeno e, muitos especialistas em tênis acreditam que ele pode ser um dos maiores nos próximos anos. O atleta foi número 1 do mundo no circuito juvenil e venceu o Australian Open júnior. Desde 2015 no circuito profissional, é o atual número 5 do mundo.

Leia mais:  Real Madrid acelera a chegada de Neymar já para janeiro, diz mídia espanhola

Leia também:  Narração de gol em rádio salva vida de homem na Espanha. Entenda o caso

Hoje também teve a final das duplas masculinas. Os americanos Jack Sock e Mike Bryan venceram os franceses Nicolas Mahut e Pierre-Hugues Herbert por 2 sets a 1, participais 5-7, 6-1 e 13-11.

Confira abaixo todos os resultados do alemão na temporada 2018 de tênis

CAMPEÃO:
ATP 250 de Munique
ATP Masters 1000 de Madri
ATP 500 de Washington
ATP Finals de Londres

VICE-CAMPEÃO:
ATP Masters 1000 de Miami
ATP Masters 1000 de Roma

Leia também:  Francês aponta favorecimento de Roger Federer na ATP: “ninguém fala nada”

Apesar da derrota na final do ATP Finals, o sérvio Novak Djokovic vai começar o ano de 2019 como número um do mundo.

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana