conecte-se conosco


Mato Grosso

Operação Bairro Seguro percorre pontos sensíveis do Centro Histórico de Cuiabá

Publicado

Mais de 90 profissionais da Segurança Pública, entre integrantes da Polícia Militar (PM-MT), Polícia Judiciária Civil (PJC-MT), Corpo de Bombeiros, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e agentes do Conselho Tutelar, percorreram, na noite desta quarta-feira (19.04), vários pontos sensíveis da região do Centro Histórico de Cuiabá. Eles passaram, por exemplo, pelo Beco do Candeeiro e a Praça Maria Taquara, locais com altos índices de roubos e furtos, prostituição, uso de drogas e bares irregulares.

A ação integrada faz parte da operação Bairro Seguro, que ocorre desde a manhã desta quarta-feira (19.04) em todo o estado.

Cerca de 80 pessoas foram abordadas durante a ação noturna na Capital. Cinco estabelecimentos comerciais foram notificados e um foi fechado. Cinco pessoas foram conduzidas, uma pessoa com mandado de prisão em aberto e uma em posse de entorpecente.

O comandante regional 1 da Polícia Militar, coronel PM Edgar Maurício Monteiro Domingues, destacou que os pontos escolhidos são locais com altos índices de criminalidade, por isso foram feitas abordagens pessoais simultâneas, além de fiscalização integrada em vários estabelecimentos na região, que muitas vezes servem como locais de prostituição e uso de drogas.

Leia mais:  Mato Grosso reduz crimes de roubo e furto a veículos nos últimos nove meses

O delegado regional de Cuiabá, Cley Celestino, enfatizou o foco preventivo da ação noturna. “A operação Bairro Seguro tem vários focos, e o desta noite é mais social, com o objetivo de fazer um diagnóstico na área central. Uma fiscalização de bares, alvarás, locais de prostituição, verificar se tem crianças ou adolescentes em situação de risco, verificar moradores de rua e se tem alguém com mandado de prisão em aberto”, explicou.

A operação Bairro Seguro foi deflagrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) nos 141 municípios de Mato Grosso. Esta é a quarta edição realizada este ano em todo o estado.

O secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, disse que as ações desenvolvidas nos municípios serão não só para cumprimento de mandados de prisão, mas também busca e apreensão, além de abordagens.

“O objetivo é combater a criminalidade violenta, homicídio e roubo, principalmente delitos patrimoniais e o tráfico doméstico. Mais uma vez, o sistema de segurança pública faz uma grande operação no estado para melhorar a sensação de segurança da população”, destacou.

Leia mais:  Sine oferta 645 vagas de emprego em Mato Grosso

publicidade

Mato Grosso

Governo fortalece as ações de combate à corrupção no Estado nos últimos quatro anos

Publicado

por

Mato Grosso saiu na frente no combate à corrupção e também em ferramentas que fortaleceram a transparência nas ações do Poder Executivo nos últimos quatro anos. Para isso, o Governo do Estado reformulou o Portal Transparência, ampliando as funcionalidades e qualidade das informações, possibilitando ao cidadão um maior controle social dos gastos públicos.

A medida foi realizada pelo Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (GTCC), criado na gestão Pero Taques em 2015, para promover ações no combate aos atos ilícitos na administração pública e criar políticas de prevenção à corrupção no Estado.

O portal disponibiliza em tempo real as informações sobre receitas, despesas, pessoal, compras, convênio e transferências, orçamentos e dados dos órgãos e autarquias governamentais.

Também abriga as relações dos Conselhos de Políticas Públicas e do Programa de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Prodeic). Desde a implantação da nova plataforma, realizada em 2016, quase 300 mil pessoas acessaram o site.

Ainda no mesmo ano, Mato Grosso foi considerado o terceiro Estado mais transparente da federação, em relação a outros 27 Estados, conforme o Ranking Nacional da Transparência, realizado pelo Ministério Público Federal (MPF).

Para o secretário do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção, Christian Pizzato, a transparência e a promoção da integridade são ações que não apresentam um resultado rápido, mas se continuamente aplicadas permitem um resultado duradouro.

 

“Um ambiente ético, com pessoas engajadas no combate a pequenos desvios, não permitirá que terceiros, com vocação para corrupção, se sintam estimulados a realizá-la. No caso da transparência, quando demonstrada como são tomadas as decisões, executadas as políticas de aquisição, contratação e definição de prioridades, permite ao cidadão acompanhar a entrada e a saída de recursos, coibindo muitos desvios, tanto de finalidade, como a corrupção propriamente dita”.

Leia mais:  Indea realiza reunião com representantes da Adepará

Combate à Corrupção

O canal de comunicação digital “Denúncia Agora” foi outra ferramenta criada pelo GTCC para prevenir e combater a corrupção no âmbito do Poder Executivo. De janeiro a outubro deste ano, o canal recebeu 530 denúncias relacionadas a improbidade administrativa ou atos que configurem corrupção. A quantia supera os anos anteriores, quando foram registradas 64 denúncias em 2016 e 157 em 2017.

Algumas denúncias apuradas resultaram na prisão de um lobbysta na Secretaria de Estado de Infraestrutura, na deflagração da operação Zaqueus da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública e na investigação pelo Ministério Público Estado, de indícios de superfaturamento em procedimentos licitatórios da Secretaria de Estado de Saúde.

Pelo canal qualquer pessoa pode enviar denúncias pelo site www.denunciaagora.com.br, ou ainda por ofício, pelo telefone (65) 3613-4558 e pessoalmente no GTCC, localizado na Avenida 1 – Complexo Palácio Paiaguás (Centro Político Administrativo), das 13h às 19h. O denunciante pode manter o anonimato.

Mais avanços

Para evitar a prática de desvios ou irregularidades em contratos de serviços prestados por empresas à administração pública, o Governo do Estado criou a “Cláusula Anticorrupção” assegurando a qualidade dos serviços públicos no Estado.

Leia mais:  Polícia Civil autua agente por corrupção e organização criminosa

Pela cláusula empresas, cuja participação em atos de corrupção for devidamente comprovada, terão seus contratos rescindidos. A medida foi publicada no decreto n° 572, alterando o decreto n° 7.217, que regulamenta o processo licitatório em Mato Grosso.

Outro avanço foi a criação do “Programa Integridade”, que ampliou as ações para criar um ambiente íntegro no Estado, garantindo aos servidores e fornecedores, bem como, ao cidadão a atuação correta dos órgãos públicos.

Além disso, o GTCC ofereceu capacitações com profissionais que trabalham para promover a ética e combater à corrupção no país, como o juiz Sérgio Moro, que participou do Seminário de Ética Pública, realizado em setembro de 2016.

Ao todo, 2.574 servidores participaram de capacitações, promovidas pelo Conselho de Ética Pública do Estado de Mato Grosso (Consep).

O GTCC realizou ainda a Semana de Combate à Corrupção, Programa “Ser Empresa”,  Programa Gasto Público: “É da Minha Conta, Sim”, Programa Jovem Multiplicador: A Nova Geração do Controle Social, além de participou da Caravana da Transformação, ministrando palestras aos estudantes sobre a cidadania, honestidade, ética, moral e respeito às leis a ao próximo.

Continue lendo

Mato Grosso

Polícia Militar promove a 1ª Corrida de Rua de Nobres neste domingo

Publicado

por

A 1ª Corrida de Rua realizada pela Polícia Militar, por meio do 7° Batalhão, reunirá cerca de 400 atletas neste domingo (18.11), em Nobres, um dos paraísos naturais de Mato Grosso. A largada está confirmada para as 7h.

O percurso de 7km será pelas ruas da cidade e reunirá atletas profissionais e amadores, mulheres e homens que moraram na cidade e em municípios da região, incluindo da capital mato-grossense.

Para este evento, o 7° Batalhão da PMMT, com sede em Rosário Oeste, firmou parceria com o Grêmio Recreativo e Esportivo da própria unidade no intuito de promover a prática esportiva e proporcionar maior interação da Polícia Militar com a sociedade.

A corrida está dividida em três categorias: geral, militar (PM, Corpo de Bombeiros e Forças Armadas) e portador de deficiência.

Nobres é um município turístico, dotado de piscinas naturais para flutuação e cachoeiras. Localizado a 122 quilômetros de Cuiabá, tem pouco mais de 15 mil moradores. Lá os serviços de segurança são desenvolvidos pela 1ª Companhia, unidade do 2º Comando Regional vinculada operacionalmente ao 7° Batalhão de Rosário Oeste.  

Leia mais:  Sine oferta 645 vagas de emprego em Mato Grosso

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana