Agro Noticia 728x90

Maia: Partidos estão "conversando" sobre diminuir salários de parlamentares

Por Redação em 24/03/2020 às 17:53:21

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse em entrevista à Globo News nesta terça-feira (24) que os partidos políticos estão "conversando" sobre a possibilidade de diminuir os salários dos parlamentares e devem "apresentar uma proposta coletiva" nos próximos dias.

"Todos sabem que haverá um empobrecimento da população e que a renda será menor. Todos os poderes precisam contribuir, deputados, juízes, etc. […] Todos são servidores públicos e tenho certeza que os partidos estão dialogando e vão mostrar que os políticos também precisar dar a sua contribuição", afirmou.

Segundo ele, todos os três poderes precisarão se readequar, senão não será possível nem "manter os salários dos servidores". "Não podemos deixar que as despesas que vão crescer nesse momento sejam permanentes", declarou, repetindo que a prioridade agora é "salvar as vidas e os empregos e cuidar dos mais vulneráveis".

Projetos

A Câmara realiza nesta quarta uma sessão deliberativa para votar projetos de consenso e referentes àcrise do coronavírus. Mais cedo, Maia afirmou que queria dar andamento à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do chamado "orçamento de guerra" para tornar ágil a implementação das ações de enfrentamento.

De acordo com ele, há três projetos voltados à área da saúde que, terminando de ser elaborados, já podem ter um avanço rápido na Casa. Maia também comentou sobre o Plano Mansueto, que gostaria de colocar em votação ainda nesta semana, mas precisa da aprovação do Secretário do Tesouro Nacional, que pediu mais tempo.

"Vamos receber também algumas ideias do Banco Central, que está participando do debate de outra parte, mas precisamos garantir as condições para que o BC possa enfrentar essa crise", disse.

Lei de Acesso à Informação

O presidente da Câmara criticou a Medida Provisória do presidente Jair Bolsonaro que suspendeu os prazos de resposta de pedidos de acesso à informação nos órgãos ou nas entidades públicas cujos servidores estejam em quarentena ou teletrabalho. Segundo Maia, o governo "vai além do necessário em algumas matérias".

"Precisamos que a tramitação das MPs seja mais rápida para a gente adequar o que está excessivo", afirmou. "Vamos construir um texto que vai dar condições de dar ao governo o que ele quer, mas sem que a sociedade pense que estamos restringindo informação e mudando a Lei de Acesso".

Fonte: JP

Coronavirus 728x90

Comentários

InfoJud 728x90