conecte-se conosco


Mato Grosso

Mato Grosso voa mais alto

Publicado

Quem viaja pelo Brasil, à primeira vista nota o nível de modernização alcançado por aeroportos como os de São Paulo (Guarulhos), Brasília e Campinas (Viracopos), unidades aeroportuárias concessionadas à iniciativa privada e que agradam até mesmo aos passageiros mais exigentes.

Com um olhar para o futuro, Mato Grosso está prestes a alçar voos mais altos em 2019, visando oferecer este padrão de qualidade nos seus principais aeroportos pelos próximos 30 anos. Acreditamos que a concessão garantirá a evolução para o primeiro mundo aeroportuário do Marechal Rondon em Várzea Grande, e dos regionais de Rondonópolis, Sinop e Alta Floresta.

A quinta rodada do programa de concessão de aeroportos acaba de entrar na reta final. Nesta semana, o Tribunal de Contas da União (TCU) deu aval para o lançamento de mais um edital de concessão que prestigia muito o nosso estado.

Ao todo, no país existem 10 aeroportos concessionados em quatro rodadas de leilões já realizados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e na próxima serão mais 12 aeroportos, incluindo os quatro de Mato Grosso. Com esse leilão em bloco, proposta construída em parceria pelo Governo de Mato Grosso e Governo Federal, o nosso Estado será a unidade da federação com o maior número de aeroportos concessionados no país.

Leia mais:  Seges realiza encerramento das comemorações da Semana do Servidor

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), tem liderado e acompanhado de forma ativa todo esse processo de concessão. De 2015 para cá, a secretaria ajudou a selecionar as unidades, oferecendo informações técnicas à Anac e auxiliando nos estudos de viabilidade. Além disso, criou o programa Voe MT, que fomentou incentivos fiscais visando estimular a implantação e expansão de linhas aéreas regionais, nacionais e internacionais em aeroportos de Mato Grosso.

Acreditamos que as concessões representam uma revolução na melhoria dos serviços prestados aos usuários dos aeroportos. No nosso caso, estamos muito animados também porque em reuniões e audiências temos acompanhado o interesse crescente de investidores de diversos países como Espanha, Suíça, França e Argentina. Neste cenário de melhoria dos aeroportos, apostamos que o Estado entrará num ciclo virtuoso de desenvolvimento, uma vez que poderá ganhar muito com essa expertise internacional de gestão aeroportuária que poderá aportar em terras mato-grossenses. 

O edital de concessão deve ser colocado na praça ainda em 2018, e o leilão será realizado no primeiro semestre de 2019. Após a assinatura do contrato, a nova concessionária deverá investir R$ 800 milhões em capital privado, além de elevar a qualidade e a eficiência da operação dos quatro aeroportos.

Leia mais:  Cadeia feminina leva testes rápidos e orientações de saúde a reeducandas

Diante disso, Mato Grosso experimentará um salto de qualidade, fortalecendo o turismo e os negócios, o que seria difícil de ser concretizado se estivéssemos trabalhando somente com recursos públicos, ainda mais em um momento de recuperação econômica. 

Certamente as concessões de aeroportos, assim como de terminais rodoviários (como o de Cuiabá que está em licitação), de rodovias e ferrovias vão assegurar ao Estado um novo nível de desenvolvimento nas próximas décadas. Esperamos que os próximos governador e presidente da república continuem neste caminho de prosperidade, porque o Brasil e Mato Grosso acertam ao atrair investidores privados em nossa infraestrutura. 

*Marcelo Duarte é Secretário de Estado de Infraestrutura e Logística de Mato Grosso (Sinfra-MT), presidente do Conselho Nacional de Secretários de Transportes (Consetrans), mestre pela Universidade de Lincoln (Nova Zelândia), com curso de gestão pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos (EUA). É graduado em Administração pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Master in Business Administration (MBA) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

publicidade

Mato Grosso

Força Tática apreende dois menores por roubos em Rondonópolis

Publicado

por

Policiais da 14ª Companhia de Força Tática de Rondonópolis apreenderam dois adolescentes, de 15 e 17 anos, pelo roubo em uma pizzaria da Vila Operária. A ação ocorreu na noite desta quinta-feira (15.11), por volta das 22h.

Os menores estavam em uma motocicleta e com uma “pistola” falsa, ou seja, um simulacro de arma de fogo, quando foram apreendidos. A guarnição da Força Tática chegou ao local rapidamente e os adolescentes foram localizado no bairro Vila Verde, mesma região onde ocorreu roubo.

Na Central de Flagrante, para onde foram levados, eles foram reconhecidos por mais um roubo, ocorrido no dia 11 deste mês, no bairro Jardim Tropical, também em Rondonópolis.

Em ambas as ocorrências os suspeitos ameaçaram as vítimas e roubaram dinheiro, aparelhos de telefone celular, entre outros produtos.

Nesse último caso, o da Vila Operária, os celulares e joias roubadas ainda estavam com L.P.S.S. 17 anos, e F.C.A., 15 anos quando ocorreu a abordagem policial.

Leia mais:  Reeducandos de Sorriso constroem caixas de colmeias para apicultores
Continue lendo

Mato Grosso

Revitalização das unidades do Indea garantem melhorias no ambiente laboral e no atendimento ao produtor

Publicado

por

Já chega a 21 o número de Unidades Locais de Execução do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT), que foram revitalizadas e entregues aos produtores rurais e servidores. Nos dias 13 e 14 de novembro, foram reinauguradas as unidades dos municípios de Campo Novo do Parecis, Tangará da Serra, Arenápolis, Barra do Bugres, Araputanga e Comodoro.

Além das ULEs, também foram reinauguradas as barreiras sanitárias Corixinha e Corixa, localizadas em Cáceres, na fronteira com a Bolívia. Para o servidor do Indea, Edgard de Oliveira Rosa Junior, responsável por dar suporte às barreiras sanitárias, as reformas foram feitas em momento oportuno. “Acompanho esse trabalho de fiscalização na fronteira desde o início, em fevereiro de 2007, sempre dando assistência e apoio para as barreiras. As reformas foram essenciais, em momento oportuno, pois já estavam bastante danificadas”.

De acordo com a presidente do Indea, Daniella Bueno, essa rodada de entregas veio coroar a parceria público-privada, com a revitalização de unidades estratégicas para a defesa agropecuária. “Reinauguramos duas das sete barreiras sanitárias que temos, na fronteira com a Bolívia. São locais de extrema importância para salvaguardar as nossas conquistas sanitárias, e que ainda funcionam como ponto de apoio no período de fiscalização das etapas de vacinação contra a febre aftosa, e durante o ano todo para as equipes que trabalham na vigilância veterinária”.

Leia mais:  Governador destaca importância profissional e compromisso dos policiais militares

As obras de revitalização das unidades são realizadas com recursos do Fundo Emergencial de Saúde Animal do Estado de Mato Grosso (Fesa) e do Fundo Mato-grossense de Apoio à Cultura da Semente (Fase). O projeto contempla a reforma das 140 unidades do Indea e até a conclusão devem ser investidos R$ 9,5 milhões nas reformas, estruturação das unidades com a aquisição de mobiliários e a adequação das redes lógica e elétrica.

Para o presidente do Fesa-MT, Marco Túlio Duarte Soares, até julho de 2019 todas as 140 unidades do Indea devem ser reformadas. “Sem dúvida, é um sentimento de dever cumprido. Nessa rodada já completamos 21 unidades reformadas e entregues. Temos muito mais a frente e para nós é uma alegria muito grande de ver o brilho nos olhos dos servidores, com um ambiente melhor para se trabalhar, e para os produtores que vem buscar os serviços também vemos um nível de satisfação muito grande, isso nos motiva a continuar esse projeto e até julho de 2019, finalizaremos todas as unidades”.

A representante do Fase-MT, Eloiza Zuconelli, destacou a união de esforços para a concretização do projeto. “É a concretização de um projeto que foi pensado e feito a várias mãos, e agora nas entregas conseguimos ver que foi muito bem realizado. Não é apenas um prédio novo, mas sim, uma nova perspectiva. Temos a satisfação em ver a alegria das lideranças das unidades do Indea com as mudanças, e dos produtores com a melhoria na prestação dos serviços”.

Leia mais:  Acordo com MPE possibilitará aparelhamento de laboratório Sema

Para o superintendente Federal de Agricultura em Mato Grosso (SFA/MT), José de Assis Guaresqui, é o retorno dos recursos pagos pelo produtor sendo devolvido em melhorias e qualidade de atendimento. “Essa parceria entre a iniciativa privada e setor público tem sido sempre no sentido de buscar, cada vez mais, oferecer um serviço de qualidade e também de devolver os impostos pagos pelo produtor”.

“Sabemos da importância do Indea para o município, parabenizamos todos os servidores, e ficamos felizes pois certamente os produtores contarão com uma estrutura melhor para o atendimento”, disse o prefeito de Comodoro, Jeferson Ferreira Gomes.

Estiveram presentes nas reinaugurações os servidores do Indea, o vice-presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Amarildo Merotti, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Normando Corral, e autoridades municipais.

Vistoria

Na quarta-feira (14.11), os gestores do Indea e Fesa estiveram na ULE de Pontes e Lacerda, para a vistoria da obra de revitalização. Na ocasião, foi avaliada a possibilidade de mudança de local para o funcionamento da unidade.

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana