conecte-se conosco


Entretenimento

Crônica familiar, “Sueño Florianópolis” transforma Brasil em paraíso

Publicado

Uma família unida faz uma longa viagem de carro para chegar a uma cidade litorânea e aproveitar as tão aguardadas férias de verão. Essa é a imagem inicial de “Sueño Florianópolis”, de Ana Katz , que foi exibido na Mostra de São Paulo e está em cartaz no Festival do Rio.



Divulgação

“Sueño Florianópolis”

O filme, coprodução Brasil/Argentina, é uma crônica do desmantelamento de uma família, enquanto eles tentam decidir se querem se reagrupar ou se desfazer de vez. Em “ Sueño Florianópolis ”, a família, ainda na estrada, enfrenta problemas com o veículo e então conhecem pela primeira vez Marco (Marco Ricca) e Larissa (Andrea Beltrão).

Leia também: Versão oficial da história do Queen, “Bohemian Rhapsody” é montanha-russa de emoção para os fãs

A dupla oferece hospedagem para eles na cidade e eles se instalam numa pequena praia, afastada da Florianópolis badalada, e próxima de um paraíso. Na primeira noite na casa, Pedro (Gustavo Garzón) e Lucrecia ( Mercedes Morán ) explicam que estão em vias de se separar. “Mas comemos juntos quase todos os dias” comenta Pedro, tentando mostrar certa unidade familiar, o que Lucrecia parece contradizer.

Os quatro adultos conversam e, mesmo com línguas similares, há um entrave para a comunicação que permeia todo filme. É como se fosse muito difícil elaborar qualquer assunto, portanto todos preferem dizer apenas o mínimo necessário. Mas essa falta de comunicação acontece não só entre brasileiros e argentinos, mas também entre Pedro e Lucrecia, que claramente não conseguem decidir se se amam ou se odeiam.

Leia mais:  Ator Raymundo de Souza fala sobre a luta para não perder a perna após acidente

“Sueño” é a crônica de uma família relativamente comum: pais com um trabalho estável e filhos unidos, desfrutando de sua irresponsabilidade adolescente. O filme tem um ótimo ponto a seu favor que é destacar os amores novos e velhos de pessoas maduras.

Leia também: “O Quebra-Nozes” resgata imaginação infantil em adaptação do ballet clássico



Divulgação

“Sueño Florianópolis”

O amor, o tesão e os impulsos românticos geralmente são relegados aos jovens, mas no longa é Lucrecia que permeia todos esses anseios e, embora vejamos um paralelo com sua filha Flor (Manuela Martinez) e o filho de Marco, é sua história que importa. É ela que se lança em uma jornada de redescobrimento ou, como ela mesma explica, de parar. Parar o curso de sua relação, parar o tempo e não ter que voltar para a realidade de Buenos Aires, parar o dia em um bom momento e não deixa-lo passar, só parar.

Em determinado momento, porém, fica evidente que o filme é só uma coleção dessas tentativas de parar a vida em bons momentos. Assim, a crônica não sustenta as quase duas horas de filme. A vida de Lucrecia pode ter mudado para sempre depois dos dias idílicos naquele pedaço de paraíso. Mas também pode ficar tudo como está e a casa, os momentos a brisa e o mar serão uma memória distante.

Leia mais:  Gracyanne Barbosa mostra “bumbum na nuca” em nova foto na web

O sonho mesmo só chega no final do filme e seria mais eficiente se surgisse antes. Em meio a atividades na praia, cercados de cerveja, caipirinha, sol e calor, os momentos parecem uma ilusão, um delírio, mas tudo é sólido demais, real demais para gerar tal conflito entre realidade e sonho. Uma dose do surrealismo de Kleber Mendonça Filho cairia bem para incorporar esse sonho à história.

Leia também: Incômodo e absolutista, “A Casa que Jack Construiu” é arte em estado bruto

Sueño Fliroanópolis ” é uma boa tentativa de fazer uma narrativa do cotidiano, embora Mercedes Morán tenha certa dificuldade em liderar esse grupo de adultos complicados. Mas Katz poderia abusar mais da criatividade narrativa para acompanhar as belas imagens paradisíacas do filme e nos colocar em contato com esse tal sonho.

publicidade

Entretenimento

Prestes a ser pai, Julio Rocha celebra ótima fase e se prepara para 2019

Publicado

por


Julio Rocha é uma das estrelas de
Mari Righez

Julio Rocha é uma das estrelas de “Ilha de Ferro”, nova série da Globo

Julio Rocha comemora a volta à Globo com uma das produções mais aguardadas de 2019, “Ilha de Ferro”. Na trama, aposta quente da emissora, ele vive um mergulhador preocupado com a preservação ambiental e contracena, entre outros, com Cauã Reymond. Os dois são rivais na série de ação. Ano que vem é tempo ainda de volta ao cinema, no longa-metragem cômico “Mulheres de Sorte”, no qual será o marido de Susana Vieira. Além disso, com a veterinária Karoline Kleine, festeja a chegada do primeiro filho, José. “Foi uma das notícias mais felizes da minha vida”, afirma, sobre a gravidez de cinco meses.

Leia também: Inocentado, Douglas Sampaio discute com ator que defendeu sua ex


Julio Rocha e Karoline Kleine
Mari Righez

Julio Rocha e Karoline Kleine


Julio Rocha e Karoline Kleine
Mari Righez

Julio Rocha e Karoline Kleine

Karol mora em Balneário Camboriú (SC), mas quer que o filho nasça em São Paulo, onde mora Julio. “Teremos casa nas duas cidades”, conta ela. Ainda nos planos, oficializar a união. “O legal é que nosso filho estará na festa”, destaca o bonitão, que homenageia homens das duas famílias com o nome do primogênito.

Leia mais:  Além de Rick, Maggie também se despediu de “The Walking Dead”, mas pode voltar

Leia também: Luan Santana ganha convite de Eddie Redmayne para assistir “Animais Fantásticos”

Com uma sólida carreira de mais de 20 anos, Julio soma triunfos no cinema, como os longas “SP – Crônicas de uma Cidade Real” e “Eu Odeio Orkut”, e novelas globais, como “Belíssima”, “Amor à Vida”, “Fina Estampa”, “Duas Caras” e “Paraíso Tropical”. Ainda na emissora, é presença requisitada em atrações especiais como o Dança dos Famosos, do “Domingão do Faustão”, e o Super Chef Celebridades, do “Mais Você”, o diário de Ana Maria Braga.


Julio Rocha e Karoline Kleine
Mari Righez

Julio Rocha e Karoline Kleine

Leia também: Letícia Spiller deixa bumbum à mostra ao relembrar foto nua

Por fim, a versatilidade de Julio é um dos seus maiores trunfos como ator e não o enquadra em papeis parecidos, o levando sempre a novos desafios. Assim, com a mesma maestria que encarna um galã — e já foram muitos –, navega com sucesso na comédia no teatro, como no seu elogiado monólogo “Tudo por Ela”, e em séries de TV, como “A Diarista” e “Pé na Cova”.

Leia mais:  De férias, Fátima Bernardes enfrenta metrô lotado em Paris

Continue lendo

Entretenimento

Sete fatos importantes sobre “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”

Publicado

por

Principal estreia deste fim de semana prolongado no País, “Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” dá sequência a nova franquia do universo  Harry Potter  que se passa antes dos eventos da série original.  Baseado em um livro complementar e roteirizado pela própria J.K Rowling, “Animais Fantásticos” terá cinco filmes que prometem mudanças profundas no universo bruxo.

Leia também:“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald” embaralha universo Harry Potter


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Divulgação/Warner Bros. Pictures

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Reunimos a seguir sete fatos importantes sobre “ Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald ” que merecem ser apreciados pelos fãs da saga que se encaminha para um novo e agitado clímax.

Leia também: Clima sombrio e personagem surpresa no trailer final de “Animais Fantásticos 2”

• Sem início e sem fim


“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”
Divulgação

“Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald”

“Os Crimes de Grindelwald” começa do ponto em que “Animais Fantásticos e Onde Habitam” (2016), terminou – ainda que tenham se passado seis meses. A primeira cena mostra a fuga de Grindelwald (Johnny Depp) e se o espectador não tiver assistido ao primeiro filme ficará completamente perdido sobre o que está acontecendo. O final, que se sustenta com base em uma revelação bombástica para o cânone do universo Harry Potter, tampouco lembra o final convencional de um filme.

Leia mais:  De férias, Fátima Bernardes enfrenta metrô lotado em Paris

• Novos personagens


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Divulgação

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Há alguns novos personagens, com diferentes graus de importância, no novo filme. Nagini (Claudia Kim) surge como um amparo emocional para o desorientado e angustiado Credence Barebone (Ezra Miller). Já Callum Turner estreia no universo criado por J.K Rowling como Theseus  Scamander , irmão de Newt (Eddie Redmayne), que trabalha no ministério da magia britânico e tem uma relação complicada com o irmão. A atriz Poppy Corby-Tuech também é destaque como Vinda Rosier, uma seguidora espirituosa e leal de Grindelwald.

• Mais animais fantásticos


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Divulgação

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Os tais animais fantásticos ganham amis importância nesse segundo volume da série. Além de alguns momentos de voyeurismo proposto pela direção de David Yates eles viram em “heróis” em momentos-chave do filme.

• É Depp versus Law


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Divulgação

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

No papel, Eddie Redmayne e seu Newt Scamander ainda detêm o protagonismo da série, mas na prática este é um filme que se incumbe de dimensionar o antagonismo entre Dumblendore (Jude Law) e Grindelwald. Os dois atores se saem muito bem na tarefa de dar viço a uma rivalidade pautada por respeito, apreensão e…

Leia mais:  Com futuro indefinido, Fábio Porchat nega boatos de brigas com a  Record TV

Leia também: J.K. Rowling processa ex-funcionária por compras inusitadas com seu dinheiro

• Amor?


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Divulgação

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

O amor é um elemento poderoso no novo filme. Além de Credence buscar a verdade sobre sua mãe, como forma de buscar algum vestígio de amor, Newt tenta elaborar e assumir seus sentimentos por Tina (Katherine Waterson), enquanto ele mesmo é um pilar na tensão amorosa que se dá entre ele, seu irmão e Leta Lestrange (Zöe Kravitz).

O grande destaque, no entanto, fica apenas em uma sugestão. Haveria uma grande história de amor entre Grindelwald e Dumblendore no passado? Teria ela desencadeado os eventos que levaram ao surgimento e fortalecimento de Voldermont?

• Mudança de paradigma


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Divulgação

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Leta Lestrange, aliás, é uma das personagens mais importantes de “Os Crimes de Grindelwald”. Ela faz uma revelação que muda as estruturas do universo HP profundamente e que deve nortear a ação no terceiro filme da série.

• Retorno à Hogwarts


Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald
Divulgação

Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald

Há muitos mimos para os fãs em “ Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald ”, mas inegavelmente o mais impactante deles é o retorno a Hogwarts. Ainda que em um tempo prévio às desventuras de Harry, Ronnie e Hermione, voltar às dependências da escola tem um impacto emocional valioso e que torna o filme ainda mais satisfatório.

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana