conecte-se conosco


Esportes

Ayrton Senna não estava feliz com sua vida e bastante chateado com Schumacher

Publicado


Alain Prost e Ayrton Senna fizeram uma das maiores rivalidades da história da Fórmula 1
F1/DIVULGAÇÃO

Alain Prost e Ayrton Senna fizeram uma das maiores rivalidades da história da Fórmula 1

O ex-piloto francês  Alain Prost fez algumas revelações importantes sobre o ídolo brasileiro Ayrton Senna, um dos seus maiores rivais dentro e fora das pistas de Fórmula 1 entre as décadas de 80 e 90.

Leia também: Corinthians lança terceiro uniforme em homenagem a Ayrton Senna; veja fotos

Em entrevista ao site oficial da F1, Prost falou com carinho de Ayrton Senna e o referiu como grande amigo, apesar de nunca ter expressado esse sentimento quando o adversário ainda estava vivo.

“Eu aprendi a entender o ser humano que era Senna”, explicou Prost, que também lembrou que foi o brasileiro quem iniciou a ‘guerra’ entre os dois. Nesta linha, ele lembrou de um episódio no final dos anos 80, quando eles compartilharam um evento no Salão Automóvel de Genebra: “Ele não falou comigo, nem uma palavra, e foi dormir depois do almoço”.

Leia também: McLaren contrata brasileiro de 20 anos como seu piloto de testes na Fórmula 1

Leia mais:  Keno amplia fase artilheira no Pyramids e ajuda em mais uma vitória no Egípcio

Este clima de inimizade entre ambos não impediu que, antes do acidente do GP de San Marino de 1994, Senna antecipasse algumas preocupações que tinha em relação à Fórmula 1. “De repente, ele era uma pessoa diferente. Ele chegou a me dizer: ‘Essas pessoas não me motivam’”.


Alain Prost era rival de Ayrton Senna na F1
Getty Images

Alain Prost era rival de Ayrton Senna na F1

Prost revelou também que, após sua aposentadoria em 1993, o brasileiro tentou convencê-lo a voltar. “Ele me ligava duas vezes por semana, queria que eu voltasse”.

Ainda segundo Alain Prost, Senna confidenciou que acreditava que a equipe Benetton estava usando um sistema ilegal nos carros e que de alguma forma conseguia fugir dos controles da FIA. Quem havia despertado essa teoria era Michael Schumacher e, por isso, o brasileiro ficou bastante chateado com o alemão.

Leia também: Ex-chefe de Schumi diz que visita o alemão duas vezes por mês e faz mistério

Por fim, o ex-piloto francês admitiu que Ayrton Senna já previa o pior alguns meses antes de sua morte, em maio de 1994. “Sempre estava conversando com ele, não estava feliz com sua vida e, além disso, estava realmente preocupado com a segurança na Fórmula 1”, finalizou Alain Prost, que atualmente tem 63 anos de idade.

Leia mais:  Grêmio vence o River Plate em Buenos Aires e segue na busca do tetracampeonato

publicidade

Esportes

Árbitro é suspenso após esquecer moeda e promover jokenpô entre capitãs

Publicado

por


O árbitro David Mcnamara foi afastado pela FA depois de promover um jokenpô entre capitãs para decidir lado do campo
reprodução / Twitter

O árbitro David Mcnamara foi afastado pela FA depois de promover um jokenpô entre capitãs para decidir lado do campo

O árbitro inglês  David McNamara foi suspenso pela FA (Associação Inglesa de Futebol) por ter trocado o tradicional “cara ou coroa antes” para fazer o sorteio do lado do campo ou bola antes do jogo por um duelo de “pedra, papel e tesoura”, também conhecido como jokenpô .

Leia também: Árbitro é agredido durante partida e gera indignação no futebol italiano

Após esquecer a moeda no vestiário, o árbitro pediu para as capitãs do Manchester City, Steph Houghton, e do Reading, Kirsty Pearce, a definirem que time começaria a partida do campeonato feminino inglês no jokenpô, no dia 26 de outubro, em partida que terminou empatada por 1 a 1.

Os próprios auxiliares de Mcnamara pareciam surpresos com a decisão. Pelas imagens, é possível ver os bandeirinhas rindo. Quem venceu a disputa foi a capitã do City, que colocou “pedra”, enquanto a jogadora do Reading escolheu “tesoura”.

Leia também: Punido por elogiar árbitro, Rafa Benítez leva multa de R$304 mil na Inglaterra

Leia mais:  Caso Daniel: suspeito jogou roupas com sangue e faca usada no crime em córrego

A Federação Inglesa não gostou da solução, abriu inquérito, e puniu o árbitro com suspensão de 21 dias por “não atuar pelo melhor interesse do jogo”. Mcnamara ficará longe dos gramados até o dia 16 de dezembro.

Leia também: Árbitro de Internacional e Santos se exalta e vai pra cima de dirigente Colorado

De acordo com as regras da FA, o lançamento da moeda pelo árbitro é requerido antes do início das partidas para decidir qual equipe começará com a bola e como serão ocupados os lados do campo.


Continue lendo

Esportes

Juary como você jamais viu. Futebol diferente com emoção, risos e história

Publicado

por

Confesso para vocês que o bate papo com o ex-atacante Juary era para falar de curiosidades da bola, do que ele passou na carreira, da 1ª geração de Meninos da Vila . Mas assim que começamos a gravar o 4º episódio do Resenha Futebol Clube o significado de ” futebol diferente ” ganhou a verdadeira definição.

Leia mais: Ex-atacante Rodrigão relembra sua carreira

Juary é uma pessoa simples, tranquila, que segue carreira fora das quatro linhas como técnico (trabalhou na Itália ) e agora encara um desafio de introduzir os fundamentos do futebol pelo governo da China. Mas o olhar de Juary neste bate papo estava com um brilho de quem disputaria um clássico daqueles! E foi aí que o ” futebol diferente ” surgiu nessa conversa ( assista no vídeo acima ).

A “entrevista” foi olho no olho, sem frescuras, sem vaidades. Juary contou como chegou ao Santos e foi chocante, difícil de imaginar.  O vídeo acima revela o que o atacante sofreu para tentar jogar futebol na região que nasceu, o Rio de Janeiro, no Fluminense.

Leia mais:  Grêmio vence o River Plate em Buenos Aires e segue na busca do tetracampeonato

Leia mais: “Lazaroni ainda está chateado com comentários sobre a Copa de 90”

Juary confessa que recebeu muitas lições de vida na tragetória como atleta profissional. E cada lição deixava os olhos do ex-jogador marejados, como se voltasse no tempo e vivesse tudo aquilo novamente (confira no vídeo acima) .

Até o Rei Pelé participou do amadurecimento de Juary quando ainda estava no Santos . E não foi dando toques de como “bater na bola” ou “como se posicionar”, Foi da maneira mais inusitada e dura possível. Sim, o Rei Pelé já havia parado de jogar futebol!

Leia mais: “Quando Pelé estava bravo tínhamos a certeza de gols”

Juary é ídolo no Porto de Portugal. Lá conquistou os maiores títulos da carreira, fez o gol mais importante e como prêmio também foi ídolo na Itália onde jogou também pela Inter de Milão. Da Europa ele foi surpreendido por Neymar , em 2012, quando o craque do PSG, na época atuando pelo Santos, o imitou comemorando um gol rodando na bandeirinha de escanteio.

Leia mais:  A luta do emocional, do talento e os últimos detalhes do Campeonato Brasileiro

Mas não foi apenas de emoção que este episódio do Resenha Futebol Clube com Juary se desenrolou. Se futebol também é diversão vocês não podem perder e dúvido não rirem das mais incríveis histórias de bastidores. Sinceramente, era para ser apenas uma conversa de 30 minutos mas a difeinição de ” futebol diferente ” foi tão forte que esta é apenas a primeira parte. Sim! Serão dois episódios dedicados a este história contada por Juary que merece um livro e até um show em qualquer palco do Brasil. Assista e depois me fale se não merece!

Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Entretenimento

Polícia Federal

Mais Lidas da Semana