Ford Ka Sedan Titanium e Nissan Versa SL:  Qual é o melhor sedãzinho de luxo?

3

Ford Ka Sedan e Nissan Versa mais bem equipados vêm com rodas exclusivas, detalhes cromados, entre outros detalhes
Divulgação

Ford Ka Sedan e Nissan Versa mais bem equipados vêm com rodas exclusivas, detalhes cromados, entre outros detalhes

Não é de hoje que questiono o sentido das versões mais equipadas dos sedãs compactos. São carros feitos para serem simples, econômicos, oferecerem bom espaço (inclusive no porta-malas), mas sem exagerar no preço.  Mas, tanto o recém-lançado Ford Ka Sedan Titanium (R$ 71.600) quanto o Nissan Versa SL CVT (R$ 69.990) vêm equipados até os dentes.  Será que não é um exagero? 

LEIA MAIS: Fiat Cronos enfrenta VW Virtus, ambos com câmbio manual

Se levar em conta que as versões com o mesmo conjunto mecânico, mas menos equipadas custam bem menos, há que se pensar. O Ka Sedan SE 1.5 AT sai por R$ 60.600 (diferença de R$ 11 mil) e o Versa SV 1.6 CVT custa R$ 62.490 (ou R$ 7.500 mais em conta). Num carro compacto , há como abrir mão de itens como bancos revestidos de couro, rodas de liga-leve com desenho exclusivo e partida por botão em troca de um preço bem mais camarada, não?


No Ford Ka Sedan há partida por botão na versão mais bem equipada Titanium 1.5 automática. Além disso, tem melhor ergonomia que o concorrente
Divulgação

No Ford Ka Sedan há partida por botão na versão mais bem equipada Titanium 1.5 automática. Além disso, tem melhor ergonomia que o concorrente

De qualquer forma, temos aqui dois sedãzinhos de luxo. O Ford acaba de chegar nas lojas com o eficiente motor 1.5, de três cilindros, que rende bons 136 cv e 16,1 kgfm de torque. E o Nissan está prestes a receber uma reforma no desenho e conta com o bem conhecido 1.6, de 111 cv e 15,1 kgfm. Portanto, quando o assunto é desempenho, o Ka Sedan leva boa vantagem, ajudado também pelo câmbio automático, de seis marchas, com funcionamento mais ágil que o pacato CVT do Versa.

O fôlego extra do Ford fica evidente logo nos primeiros quilômetros ao volante. No repertório de recursos do 1.5, de três cilindros, há duplo comando variável e independente de válvulas (admissão e escape), bobinas de ignição individuais e velas centralizadas na câmara de combustão.  No motor Nissan, há variador de fase apenas na admissão e tuchos mecânicos em vez de hidráulicos, sinais de um projeto desatualizado. Não é à toa que tem 50 cv a menos que o Ford.

LEIA MAIS: Honda City renovado encara VW Virtus, ambos nas versões mais equipadas

A caixa de câmbio automático CVT do Nissan tem a vantagem não não dar trancos por não tem engrenagens, mas duas polias de diâmetro variável unidas por uma correia metálica. Mas isso acaba prejudicando o desempenho em relação ao sistema de seis marchas do Ford, com opções de trocas sequenciais. Bem que esse recurso poderia ser facilitado por hastes no volante ao invés de um botão na própria alavanca, Mesmo assim, o Ka tem mais agilidade em qualquer situação.


Rival do Ford Ka Sedan, o Nissan Versa precisa de mudanças no cluster, cujas informações do computador de bordo são acessadas apenas por um botão no próprio mostrador
Divulgação

Rival do Ford Ka Sedan, o Nissan Versa precisa de mudanças no cluster, cujas informações do computador de bordo são acessadas apenas por um botão no próprio mostrador

Pode acelerar que o Ford responde com rapidez. O motor ganha rotação com facilidade e logo garante boa dose de força para ultrapassagens ágeis e seguras. Além disso, mesmo em se tratando de um três cilindros, o 1.5 não transmite vibração para dentro do carro e o isolamento acústico contribuiu com o conforto no interior. No Nissan , é preciso ter certa cautela nas manobras pelas respostas mais lentas e, ao pisar fundo no acelerador, o nível de ruído sobe bastante.  E se for levar em conta a questão do consumo de combustível, ambos se equivalem.

A maior agilidade do Ka também é percebida nas curvas, mesmo com rodas de aro um pouco menor que as do Versa (15 polegadas ante 16 do rival). O que ajuda o Ford é o ajuste de suspensão que consegue absorver as irregularidades do piso e manter o carro bem equilibrado. Outro ponto a favor do Ka é o controle eletrônico de estabilidade (ESP) que funciona com a assistência em rampas, itens que o Versa ainda não tem nem como opcional.

Ford Ka ou Nissan Versa?

 Na hora de manobrar, ambos contam com sensores nos para-choques traseiros e câmera de ré, o que facilita a vida do motorista. Mas o Ka é um menor (4,28 metros de comprimento, ante 4,49 m do Versa), o que ajuda a se encaixar em vagas apertadas. Por outro lado, o Nissan tem melhor espaço interno que o Ford, não apenas para os ocupantes, mas suas respectivas bagagens. A distância entre-eixos de 2,60 m do Versa ante os 2,49 m do rival abre espaço para as pernas de quem vai sentado atrás, sempre com boa folga. No porta-malas do Nissan vão até 460 litros, contra 445 litros do Ford.

LEIA MAIS: Toyota Yaris Sedan encara o rival Honda City. Qual dos dois vence?

Mas afora o maior espaço do Versa, o Ka se destaca nos demais quesitos quando o assunto é o interior. A ergonomia do Ford é melhor. Já começa com a nova central multimídia Sync 3, com tela sensível ao toque que fica bem visível, no alto do painel. A do Nissan exige olhar um pouco mais para baixo para acessar os comandos. Além disso, o funcionamento do sistema do Ka é mais rápido e intuitivo que a do Versa.

Bom no Ka é a espécie de prateleira emborrachada para levar o celular no console central, o que é bastante prático e sinal de uma melhor distribuição dos porta-objetos. Ainda na comparação dos principais pontos entre os dois sedãs, o cluster do Versa chama atenção por precisar evoluir com certa urgência. As barras digitais do marcador do nível de combustível não são precisas e para acessar às informações do computador de bordo é necessário pressionar o botão no próprio cluster, quando o ideal seria ter um comando mais fácil de ser acionado. 

Conclusão

O Ford Ka Sedan sai com a vitória diante do rival Nissan Versa, que está prestes a receber mudanças para ganhar apelo diante dos principais rivais. O modelo da marca japonesa tem como vantagem na comparação com o concorrente o espaço interno, inclusive no porta-malas. Mas, só. De resto, o Ford se sai melhor.

No Salão do Automóvel, entre 8 e 18 de novembro, a Nissan vai mostrar um protótipo que antecipa detalhes da versão renovada do Versa, que deverá chegar ao mercado em 2019, junto com o hatch March com alguns retoques. Não será dessa vez que o compacto terá nova geração no Brasil. Com isso, o Ford Ka Sedan deverá continuar na frente. 

Ficha Técnica – Ford Ka Sedan Titanium

Preço: a partir de R$ 71.600

Motor:  1.5, três cilindros, flex

Potência:  136 cv (E) / 128 cv (G) a 6.500 rpm

Torque:  16,1 kgfm (E) / 15,6 (G) a 4.750 rpm

Transmissão:  Automático, seis marchas, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / eixo de torção (traseira)

Freios: Discos ventilados (dianteiros) / tambores (traseiros)

Pneus:  195/55 R16

Dimensões: 4,28 m (comprimento) / 1,69 m (largura) / 1,53 m (altura), 2,49 m (entre-eixos)

Tanque: 51 litros

Porta-malas: 445 litros 

Consumo gasolina: 11 km/l (cidade) / 14,2 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 10,6 segundos 

Velocidade máxima: 181 km/h 

Ficha Técnica – Nissan Versa SL CVT

Preço: a partir de R$ 69.990

Motor:  1.6, quatro cilindros, flex

Potência:  111 cv a 5.600 rpm

Torque:  15,1 kgfm a 4.000 rpm

Transmissão:  Automático, CVT, tração dianteira

Suspensão: Independente, McPherson (dianteira) / eixo de torção (traseira)

Freios:  Discos ventilados (dianteiros) / tambor (traseiros)

Pneus:  195/55 R16

Dimensões: 4,49 m (comprimento) / 1,69 m (largura) / 1,51 m (altura), 2,60 m (entre-eixos)

Tanque: 41 litros

Porta-malas: 460 litros 

Consumo gasolina: 11,6 km/l (cidade) / 14,1 km/l (estrada)

0 a 100 km/h: 11,6 segundos

Velocidade máxima:  187 km/h

Comentários Facebook