Semana das crianças: as instituições de caridade e a ação de Anitta

3

Anitta em ação para a semana das crianças
Reprodução

Anitta em ação para a semana das crianças

Durante a semana das crianças , a Coluna volta o olhar para aquelas que precisam de ajuda. Existem incontáveis entidades e ONGs que prestam serviço humanitário para crianças carentes, mas muitas delas, como é de se imaginar, se mantém a duras penas. Isso não é só no Brasil, mas no globo.

Então, melhor do que falarmos sobre famosos que começaram com pouca idade, a ideia é investir naqueles que podem ter carreiras profissionais e vida digna para termos um futuro melhor, não é mesmo? Apesar que, falando em celebridades, a cantora Anitta fez um post hoje no Instagram para anunciar sua participação junto à causa, ao lado de Enzo Celulari . O projeto chama-se Dadivar , em prol do Solar dos Meninos de Luz . Quem fizer uma doação já entra no sorteio, mas a maior delas vai fazer parte do novo clipe dela, olha que legal.

Mais instituições aqui, para escolher…

* Unicef

Faz projetos e iniciativas para garantir os direitos da infância – leia-se educação, sobrevivência (pois é) e desenvolvimento, tanto no Brasil como no globo. Só no Iraque, por exemplo, levaram 100 mil litros de água para refugiados. As doações podem ser mensais ou únicas.
unicef.org/brazil/pt/

* Associação Marly Cury

Em uma casa no bairro de Pinheiros, São Paulo, foca no esforço para que cerca de 20 crianças saiam de situações de vulnerabilidade e deixem o abrigo estudando ou trabalhando (as idades vão de 4 até a maioridade), de volta para as famílias ou encaminhadas para adoção. Serviços de psicólogos e assistência social, educação financeira, alfabetização e suporte médico estão na lista de prioridades.
assossiaçãomarlycury.org.br

Sobre o Dadivar, em ação com Anitta

É um grupo social que tem como ideal a “educação para vida” e “valores básicos”. A intenção da campanha é ajudar milhares de crianças, e o “ganhador” vai fazer parte do novo clipe da cantora.
dadivar.com.br  

* Médicos sem Fronteiras

Criada por médicos e jornalistas em 1971, a organização mundial é especializada no apoio às vítimas de desastres naturais, desnutrição e acesso à saúde. Está em 70 países: Sudão, Zâmbia, Ucrânia, Irã, Afeganistão e Brasil.
O bacana é que dá para escolher para onde mandar a ajuda, e até “adotar” uma criança com ajuda mensal, e ela manda desenhos e cartas para contar como anda a vida. Super.
msf.org.br

Leia mais: a economia e o Dia das Crianças

* Lalec

Quando encaminhadas por maus tratos ou até mesmo abandono, providencia toda a documentação necessária e envia relatórios constantemente para varas de infância e juventude de São Paulo. Também encaminham para escolas, oferecem suporte médico (até fonoaudiólogos!), psicológico e nutricional.

A inserção social é feita do jeito mais cool: passeios no zoológico, parques, idas ao circo, teatro e outros programas de cultura.
Desse trabalho, até o ano passado, 189 crianças foram adotadas, sendo 8 delas internacionalmente, e 101 voltaram para as famílias.

Doações de livros, roupas, móveis são bem vindas, e em dinheiro, claro, também.
lalec.com.br

Comentários Facebook